Pesquisar
Close this search box.
/
/
Brasil tem a maior média de spam telefônico da América Latina, diz estudo

Brasil tem a maior média de spam telefônico da América Latina, diz estudo

Um estudo desenvolvido pela Trucaller, plataforma global de identificação de chamada telefônica, aponta que o Brasil é o maior disseminador de spam telefônico. Veja detalhes da pesquisa

Um estudo produzido pela Truecaller, um aplicativo gratuito que permite detectar e bloquear números indesejados, afirma que o Brasil tem a maior média de spam telefônico da América Latina. De acordo com o levantamento, a média brasileira foi de 37,5 ligações por mês. Além disso, a média de contatos dessa natureza teve um aumento de 81% na comparação com 2017.

A segunda maior média, segundo o estudo, pertence ao Chile com 21,9 ligações (25% de aumento). Em terceiro aparece o México com 20,9 (71% de crescimento), Peru com 19,8 (62%) e Costa Rica com 18,5 (330%) – maior elevação, superada apenas pela Guiana (380%), de 1 chamada ao mês para 4,8.

Queda

Dentre os 10 países analisados pela pesquisa, a única queda foi registrada no Porto Rico, que passou de 7,9 chamadas por usuário para 5,9 (-25%).

De acordo com Nick Larsson, responsável pela Área de Novos Negócios e Crescimento da Truecaller, o aumento teria ligação com o aumento de uso de gravações. “Em alguns casos não é nem mesmo uma pessoa que fala, mas sim uma gravação que lhe oferece diretamente serviços de telefonia móvel, serviços financeiros ou outro tipo de produto. Por isso oferecemos uma alternativa gratuita para bloquear esse problema.”

Do outro lado da linha

O estudo também analisou os setores da economia que registraram as maiores ligações do tipo spam. A análise feita nos cinco primeiros países do ranking desenvolvidos pela Truecaller apontou que as empresas de telefonia, juntamente com as de serviços financeiros e cobranças, são as que mais realizam spam por telefone.

Especificamente no Brasil, os números são os seguintes: operadoras de telecomunicações (33%), empresas de cobranças (24%), chamadas indesejadas genéricas (21%), telemarketing (12%); serviços financeiros (10%) e golpes (1%).

Já no Chile, as empresas de telefonia também ocupam o primeiro lugar (29%), seguidas por chamadas de cobrança (25%) e serviços financeiros (23%). Em seguida aparecem ligações de e-commerce (10), spams (8%), telemarketing (2%), golpes (2%) e seguros.

Quanto ao México, os serviços financeiros lideram o ranking (32%), seguidos por telefonemas irritantes (27%), fraudes (19%), políticos (12%), telemarketing (7%) e empresas de telefonia (3%).

No Peru, as chamadas que mais acontecem: telemarketing (26%), telefonemas indesejados (20%), serviços financeiros (16%), empresas de telefonia (14%), saúde (10%), golpes (10%) e políticas (4%).

Por fim, na Costa Rica, os spams são dos serviços financeiros (45%), cobranças (40%), golpes (8%), empresas de telefonia (4%) e chamadas indesejadas genéricas (3%).

“Em 2018 foram registradas 37,5 chamadas mensais de spam por usuário no Brasil, ou seja, houve um aumento de 81% de contatos telefônicos indesejados. É mais de uma chamada desse tipo para cada dia do mês, o que pode ser traduzido não apenas como um incômodo, mas também como um fenômeno que pode ter efeitos negativos sobre a produtividade de um funcionário ou ao tempo valioso dedicado à família ou aos amigos e que se intensificou no último ano na região”, explica Larsson.

“Notamos também que as chamadas de spam no Brasil têm uma característica muito particular: uma das ofertas mais frequentes é de operadoras de telefonia. Ironicamente, a segunda causa mais frequente de ligações do tipo é aquela feita por empresas de cobrança, quando os pagamentos estão atrasados e as empresas tentam reaver ou negociar a dívida”, complementa.

SMS também foi analisado

O envio de mensagens do tipo SMS também foi mensurado na pesquisa. De acordo com a análise desenvolvida pela empresa, 46% de todos as mensagens de texto de SMS recebidos pelos brasileiros correspondem a spam.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]