Pesquisar
Close this search box.
/
/
Até no BBB, Globo utilizará IA para controlar câmeras do reality

Até no BBB, Globo utilizará IA para controlar câmeras do reality

A IA generativa vem avançando em diversos setores e transformando a experiência do cliente. Na indústria do entretenimento não é diferente.

Quem assina o Globoplay poderá, a partir de agora, acompanhar o reality BBB 2024 por meio de uma câmera controlada por inteligência artificial (IA), que seguirá o líder da casa o tempo todo. Paulo Rabello, diretor do hub de operações de conteúdo da Globo, afirmou recentemente que a emissora está trabalhando com muita tecnologia para essa edição do programa.

Rabello explicou que a cada edição do BBB toda essa infraestrutura tecnológica é revisitada, devido às inovações exigidas pelo formato e ao volume enorme de interação com o público.

Com a chegada da IA nos bastidores da produção do programa, a Globo avança no consumo de entretenimento por meio de novas tecnologias. Para Rabello, a chave do sucesso está na prototipação e testes. O importante, diz ele, é entregar aquilo que o consumidor está buscando e entender até que ponto se pode inovar sem comprometer a entrega final para o público.

IA na indústria do entretenimento

A IA generativa vem avançando em diversos setores e transformando a experiência do cliente. Na indústria do entretenimento ela vem sendo cada vez mais utilizada. A Warner Music foi uma das pioneiras a fazer um contrato uma companhia que usa algoritmos para criar playlists personalizadas de música ambiente – a Endel.  

Uma famosa revista japonesa produzirá o primeiro HQ ao estilo de Osamu Tezuka (1928-1989), o mais famoso ilustrador de mangá do mundo (estilo de desenho japonês). O material foi autorizado pela família do artista e a IA terá como desafio emular a narrativa e a arte ao estilo de Tezuka.

Uma das maiores bandas de rock de todos os tempos, Kiss, anunciou sua aposentadoria, mas, continuará realizando shows com imagens construídas por IA e projetadas em 3D em palcos mundo afora. Uma tendência para artistas ainda vivos, ou que já faleceram, terem a possibilidade de explorar comercialmente sua imagem e obra por tempo indeterminado.

Roteiros de séries, filmes, campanhas publicitárias e muito conteúdo já estão sendo criados por IA. São apenas alguns exemplos do universo enorme dessa tecnologia na produção de entretenimento. Sem falar nas inúmeras ferramentas e aplicativos disponíveis ao usuário comum para a criação de suas próprias músicas, artes gráficas etc.

Em um mercado de consumo cada vez mais orientado por algoritmos, é inevitável a integração cada vez maior da IA nessa indústria. Em todas as épocas, vivemos uma “era de transformações”. Essa revolução chegou novamente com a IA, mas não é de agora. Pesquisas e capacitação a fim de otimizar a aplicação de máquinas e robôs para a produção vem sendo praticados há anos. Pioneiros como Alan Turing, na década de 50, abriram múltiplas possibilidades para inteligência computacional ocupar o espaço que ela ocupa hoje.

IA estabelece dois grandes desafios

IA vai se tornar um termo tão conhecido e popular quanto é a Internet. Por outro lado, essa tecnologia gera conflitos sobre direitos autorias e embates no mercado de trabalho. Profissionais da indústria da comunicação e dubladores, por exemplo, já se preocupam com os avanços da IA. Na China, a apresentadora Ren Xiarong estreou no “People’s Daily” como a primeira âncora de telejornal criada por IA para a transmissão de notícias. Especialistas ressaltam que a IA claramente tomará alguns postos de trabalho, por outro lado, ela também criará novas funções.

Há dois grandes desafios aqui: aprendermos a utilizar a IA como uma ferramenta para produção mais eficiente e ágil e termos uma noção clara da necessidade de uma construção de apoio aos profissionais que terão parte (ou todo) seu trabalho automatizado. Pessoas necessitarão adquirir novos conhecimentos e habilidades para seguirem evoluindo dentro dessa nova realidade tecnológica da indústria.

Entretanto, quando essa mesma IA for “alimentada” por esses criadores, sim, então poderemos ter um salto qualitativo da inteligência artificial na criação artística e na produção de entretenimento, e o mercado certamente vai se tornando mais competitivo com toda essa evolução.

Voltando ao uso de câmeras controladas por IA em reality shows, essa evolução é mais um exemplo deste processo de adoção e uso intenso da automação tecnológica na produção do entretenimento. Para o público e para o conceito do programa BBB pouco coisa muda, o seu artista ainda está lá, em carne e osso sendo o protagonista do show.



Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]