Pesquisar
Close this search box.
/
/
Fazer o básico do CX é um desafio para as empresas

Fazer o básico do CX é um desafio para as empresas

Investe-se muito em disrupção da experiência, mas o simples é deixado de lado

O customer experience (CX) faz parte de todas as empresas, sem exceção. Até um pequeno restaurante, quando dá brindes no aniversário do cliente, por exemplo, pensa na experiência. Mas, fazer o básico do CX bem feito ainda é um desafio para a maioria dos negócios, principalmente num momento em que a régua da experiência subiu e o consumidor está mais exigente.

Acompanhe a cobertura completa do CONAREC 2022

Do que se trata, então, o básico do CX? Um painel do CONAREC 2022 trouxe Evelyn Rozenbaum, CEO da Usina de Pesquisa e XCX, para mediar uma conversa sobre o assunto entre Celso Tonet, Diretor de CX da Claro; Patricia Carneiro, Head CRM & Analytics do Hortifruti Natural da Terra; Thiago Gonçalves, VP of Sales & Marketing da Stilingue; e William Sousa, Presidente da Kainos&CO.

Atualmente, para entregar experiência para o cliente, basta começar pelo básico e fazê-lo bem feito. “Muitas empresas querem pensar a frente do nosso tempo, trazem diversas tecnologias, vários canais, mas não fazem o mais simples. Qualquer cliente tem que entender o processo, a jornada. Qualquer reclamação tem que ter uma resposta, caso contrário a empresa não está fazendo o básico que é atender o cliente. No entanto, um pedido de desculpas surpreende por ser inusitado, o que não deveria acontecer, já que isso é o básico”, explica Patricia Carneiro.

Com o avanço de tecnologias e inovação, a régua da experiência está em outro patamar. Independente disso, o cliente continua sendo o ponto principal para as empresas. Celso Tonet, da Claro, explica que os anos de pandemia aumentaram a exigência e mudaram o que é considerado básico, tendo duas variáveis como as mais importantes: velocidade e facilidade.

“No Brasil o desafio é muito maior: arcabouço regulatório, instabilidade econômica e política, tudo isso traz para as organizações uma questão cada vez mais crítica de como lidar com o cliente. A concorrência vem de todos os lados e o desafio de CX sempre vai existir, mas a estratégia tem que ser o cliente. Ele sempre esteve ali e a gente nunca se deu conta, mais do que nunca temos que nos virar para ele”, indica Tonet.

Esse foco no cliente deve fazer parte de toda a empresa, ou seja, envolver as áreas em um só conjunto, de forma a criar uma cultura voltada para a experiência. Na prática, não é exatamente isso que ocorre. É o que explica Thiago Gonçalves: “O CX tem que influenciar a construção e a execução dos processos de marketing, de vendas, entre outros. No início há um silo, uma vertical de CX, mas é necessário levar essa discussão para a organização como um todo. Falamos em journey insights, ou seja, integrar todos os indicadores de cada etapa da jornada para uma matriz da experiência”.

Conheça o Mundo do CX

Desafios do CX

Os anos de pandemia foram, no primeiro momento, de adaptação ao digital, tanto das empresas quanto do consumidor. Como resultado, aconteceu a maior abertura nos canais de relacionamento, o que cria um longo caminho de aprendizado para as marcas. William Sousa, da Kainos&CO, afirma que administrar a ansiedade do cliente para gerar ótimas experiências ainda é um desafio que se soma a outros pontos importantes da jornada.

“Conseguimos enxergar uma ótima experiência até a venda, mas depois isso se perde. O pós-venda raramente é 100%. Não é questão de trabalhar bem um canal de reclamação, mas de se antecipar ao problema. Por exemplo, avisar com antecedência o imprevisto que fez a entrega do produto atrasar. O cliente cria expectativas e estar preparado para evitar a quebra dessa expectativa é a questão”, diz Sousa.

Outro ponto importante destacado é a importância de ouvir o cliente onde ele estiver falando sobre a empresa, seja nas redes sociais, no SAC, na loja etc. Essa escuta permite reconhecer as dores e trabalhar em cima delas para melhoria contínua da experiência. Porém, como afirma Celso Tonet, muitas empresas ainda não estão preparadas para a estratégia de trabalhar a escuta por estarem muito focadas em resultados, sem compreender o propósito.

“Uma prática pouco vista é a matemática, é fazer conta. CX não pode ser poesia, precisa ser resultado. A experiência traz maiores margem e receita, mas não conseguimos mostrar isso para as empresas. O grande desafio é comprovar que vale a pena investir em CX”, reflete Tonet.

Na visão de Sousa, na medida em que o CX for potencializado, possuir métricas e adicionar o DNA brasileiro, a experiência do cliente não terá limites.


+ Notícias 

O segredo de empresas que geram valor perceptível ao cliente

Cliente: o coração do empreendedor rumo ao sucesso

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]