Pesquisar
Close this search box.
/
/
Por que você precisa aprender a viver o momento

Por que você precisa aprender a viver o momento

O tempo presente é o único momento em que é possível transformar o passado em aprendizado e se preparar para viver o futuro

Faça uma reflexão: você tem o hábito de viver o momento presente? Este assunto pode parecer clichê, mas pare para pensar: enquanto lê este texto, você está completamente focado nas palavras que estão escritas nesta tela ou, por alguns momentos, se distrai, pensando em coisas que poderia ter feito diferente no passado, palavras que poderia ter dito para alguém querido, argumentos que poderia ter usado durante um debate?

Enquanto lê estas palavras – ou em inúmeras outras situações da vida –quantas vezes você deixa de viver o momento presente planejando um futuro que não existe ainda? E quantas vezes você já se frustrou por não conseguir alcançar os objetivos que você gastou tempo idealizando?

O fato é que viver o momento presente é mais difícil do que parece, especialmente nos tempos atuais, em que a pandemia espalha incertezas acerca do futuro e requer, mais do que nunca, que se utilize o passado como aprendizado para seguir adiante, sem, no entanto, ficar preso a ele de forma a prejudicar a saúde mental. Entenda qual é a importância de viver o momento e como incorporar este comportamento ao seu mindset.

Viver o momento: o único jeito de garantir o futuro

“O ontem é história, o amanhã é um mistério, mas o hoje é uma dádiva. É por isso que se chama presente.” Essa frase, retirada do filme Kung Fu Panda, resume bem a importância de viver o momento presente e poderia ter sido dita por qualquer filósofo, afinal sintetiza a necessidade de entender o passado como instrumento de aprendizado e o presente como a única maneira de construir o futuro.

Paulo Coelho, em seu livro O Alquimista, traz ainda uma concepção bastante parecida: “No presente é que está o segredo: se você prestar atenção no presente, poderá melhorá-lo. E se você melhorar o presente, o que acontecerá depois também será melhor”.

A verdade é que frases prontas e inspiradoras sobre a importância de viver o momento estão aos montes pela internet, reforçando, o tempo todo, a importância deste comportamento para quem deseja construir um futuro de sucesso. Mas, afinal, por que é tão difícil focar no agora?

Para a terapeuta e life coach Marinélia Leal, que atua no Brasil e em Portugal como mentora de alta performance com ênfase em neuro mentoring de mindset milionário, a resposta é simples: há, de modo geral na sociedade uma dificuldade em se reconhecer – e se posicionar – em uma linha do tempo.

“Eu costumo dizer que as pessoas que estão sempre aceleradas, não estão vivendo o presente e estão sempre pulando etapas. Minha mãe dizia que aquilo que eu não vivi há 15 anos eu vou viver aos 30. Isso quer dizer que se eu não vivo etapa por etapa, com tudo aquilo que determinada fase me propõe, eu crio déficits que deverão ser superados em outros momentos da vida”, explica a terapeuta.

Assim, ao criar um déficit atrás do outro, o indivíduo se condiciona a viver fora do tempo atual. “Eu costumo chamar isso de fuga para frente: eu fujo pra frente porque o que eu tenho no presente não é confortável para mim ou porque eu não vou conseguir lidar com a situação”, define a life coach.

Além disso, Marinélia Leal acredita que, de modo geral, as pessoas são levadas a crer que o melhor está sempre no amanhã. “Essa forma de vida fez com que a sociedade acreditasse que o que eu tenho agora nunca está bom. Então, eu corro para encontrar o meu melhor lá na frente. Porém, as pessoas se esquecem de que o melhor é o que eu tenho hoje. Só no hoje eu posso criar o amanhã”, pontua.

Neste sentido, tomar consciência de todas as possibilidades e dificuldades presentes deve ser a primeira atitude de quem deseja quebrar este ciclo de repetições e gaps.

“É importante tomar conhecimento exatamente do que se tem, do que se é, e daquilo que se faz. No momento em que vivo minha vida no aqui e agora, no presente, sou capaz de lançar mão de ferramentas internas e de possibilidades para que eu crie um futuro diferente, saindo dos meus condicionamentos do passado”, destaca Marinélia Leal.

Pandemia e saúde mental: uma relação complexa

Assuntos relacionados à saúde mental tiveram recordes de busca no Google, com aumento de 98%, desde que a pandemia começou. Não sem motivo: a chegada no novo coronavírus mudou completamente os hábitos das pessoas, obrigando-as a repensar planos para o futuro e entender que, na verdade, os rumos que a vida toma são incertos, apesar de todo o planejamento. O problema é que entender isso é mais complicado do que aparenta, uma vez que exige desapego do passado e foco no presente.

“Eu vejo a pandemia como um grande chamado para que a gente perceba onde estamos. Quanto tempo perdemos lamentando o passado, aquilo que perdemos, sem fazer nada para seguir adiante? Ou quantas vezes adiamos coisas que poderiam ser feitas porque acreditávamos que seria possível fazê-las no futuro. Hoje isso virou uma interrogação”, analisa a mentora de alta performance.

Neste sentido, aceitar as circunstâncias do presente, por mais contrárias que elas possam ser, é o melhor caminho para manter a saúde mental e construir um futuro que possa corresponder às expectativas existentes.

“As pessoas que se apegam ao passado têm mais tendência à depressão, porque isso pressupõe um passado que não foi bem resolvido. Esse apego ao que já foi cria uma sensação de que eu não consigo dar conta das coisas, de que eu não sou boa o suficiente, de que eu não tenho o bastante. Isso causa depressão. Por outro lado, a pessoa que vive o presente, mesmo com todas as contrariedades, busca internamente soluções para realizar o que gostaria”, diferencia a terapeuta.

O futuro já começou

Se por um lado é preciso se desapegar do passado, encarando-o como oportunidade de aprendizado, por outro, é necessário planejar o futuro, mas reconhecendo no presente o tempo ideal para construí-lo.

“Eu posso, sim, planejar e objetivar o meu futuro, mas eu preciso criar ele onde eu estou, no presente. Correr no futuro não faz com que ele aconteça. É preciso aprender a gerir os pensamentos, de forma a gerir os sentimentos, de forma a gerir as ações, porque é isso que dá resultado”, afirma a life coach.

Neste contexto, o planejamento é indispensável. Saber para onde se quer ir e onde se encontra no momento atual é a porta de entrada para alcançar realizações no futuro, construídas com base no presente.

“O planejamento é fundamental e isso não quer dizer que as pessoas vivam o tempo todo no futuro. As pessoas são como um grande GPS: para funcionar, elas precisam saber onde estão e para onde querem ir. E para saber onde estou eu preciso saber quem eu sou, o que eu tenho e o que eu faço. Em outras palavras, é o autoconhecimento que me leva a descobrir quais ferramentas eu preciso adquirir para chegar onde quero”, explica Marinélia Leal.

6 dicas para mudar o mindset e aprender a viver o momento

1 – Crie hábitos diários para ter a vida que gostaria;
2 – Tenha disciplina para manter o foco;
3 – Reserve um tempo por dia para se ‘ver’ no futuro e busca soluções para chegar onde quer;
4 – Se cerque de pessoas que têm a vida que você gostaria de ter;
5 – Crie uma imagem de você no futuro;
6 – Se coloque na posição de um eterno aprendiz e tenha sede de conhecimento;
7 – Observe tudo o que você tem neste momento e agradeça.

 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]