Pesquisar
Close this search box.
/
/
A guerra fria entre o cinema e os games

A guerra fria entre o cinema e os games

A série sobre gamificação já tocou nesse assunto, mas é bom relembrar sobre as diferenças do mercado de games e cinematografia (em especial a de Hollywood), duas das maiores indústrias do entretenimento no mundo.

O principal trunfo do setor é a arrecadação: US$ 60,4 bilhões e que pode facilmente superar a marca de US$ 75 bilhões no próximo ano. Já Hollywood, que concentra a maior parte das arrecadações, movimentou pouco mais de US$ 30 bilhões em 2010.

Há, no entanto, outro dado ainda mais profundo e que mostra a importância do setor para a economia do Globo: a relação do investimento com o retorno.

Estimativas da indústria do game mostram que um bom jogo, daqueles aguardados com muita ansiedade pelos gamemaníacos, necessitam de um investimento inicial US$ 25 milhões e são despendidos quase três anos ? entre produção, divulgação e resultados. Já a indústria cinematográfica necessita de um investimento inicial médio de US$ 100 milhões e um período de produção, divulgação e recolhimento de resultados após três anos.

Um exemplo claro dessa disputa pode ser medido com os maiores recordistas de cada setor. E nesse quesito, de novo, o jogo vence. O jogo de guerra Call of Duty: Black Ops 2 vendeu mais de 5,6 milhões unidades no dia do seu lançamento e considerando apenas números dos Estados Unidos e Reino Unido. Já o filme Avatar, a maior bilheteria de todos os tempos do cinema com um faturamento de US$ 2,78 bilhões, vendeu 3,2 milhões de cópias de DVDs, CDs no dia do seu lançamento.

Mas a vantagem dos games praticamente se encerra por aí. Nos números do filme Avatar contra Call of Duty não estão incluídos direitos de uso de imagem dos personagens, a venda para TVs abertas ou mesmo para TVs pagas ? e sem mencionar os canais on demand. O ciclo de comercialização do jogo se encerra na loja, após a venda com o jogo. É possível capitalizar com algumas extensões ou bônus inseridos no jogo, mas é só. Nesse quesito, os games, assim como a seleção brasileira, andam levando um sonoro 7×1.

Além disso, filmes inspirados em jogos nem sempre renderam boas bilheterias. Pegue por exemplo o filme do Super Mário. Aliás, você sabia que Hollywood lançou o filme do encanador em 1993? Veja o trailer:

 

A maior bilheteria de um jogo que virou filme é do Príncipe da Pérsia: As Areias do Tempo. Ele arrecadou US$ 335 milhões em quatro meses, valor modesto perto de filmes como Toy Story 3, que ultrapassou a marca de US$ 1 bilhão em 2010. Há quem diga que o sucesso do Príncipe (ou nem tanto assim) está relacionado ao seu poderoso produtor: a Walt Disney.

Veja o trailer de Prince of Persia:

Há quem diga que o grande erro não foi ter colocado um gamemaníaco por trás da produção de um filme baseado no jogo. A Disney soube lidar com elementos fundamentais do jogo: os saltos de um praticamente de le parkour (esporte urbano que consiste em saltar de grandes distâncias) e outros detalhes. E eis que veio o sucesso.

A batalha do entretenimento, em todas as suas esferas, ainda será árdua pelo coração das pessoas ao redor do mundo. No entanto, o game tem um detalhe que não foi considerado em nenhum estudo e tem feito a diferença em tempos de customer experience: no jogo, o herói é o jogador e os rumos da história quem faz é você. E quanto ao cinema?

* Leia a reportagem especial sobre gamification na edição de dezembro da revista Consumidor Moderno.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 285

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
Rhauan Porfirio | Nathalia Parra


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Angela Souto
[email protected] 

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
Nathalia Parra | Zootz Comunicação

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]