Pesquisar
Close this search box.
/
/
Uber: era uma ideia, virou produto. Agora é solução?

Uber: era uma ideia, virou produto. Agora é solução?

A trajetória do Uber foi acidentada, mas colocou em pauta o problema da mobilidade urbana. Agora, a empresa está diante de desafios que podem mudar o seu futuro.

Patrick Stal é o head de marketing do Uber. Ele foi ao Cannes Lions para mostrar e falar sobre a visão de marketing que agora é abraçada pela plataforma. Eles transportam mais de 50 milhões de pessoas em mais de 15 milhões de viagens por dia e 75 milhões de passageiros ativos conduzidos por mais de 3 milhões de motoristas ativos mensalmente. Hoje, mais de 500 cidades no mundo já contam com serviços de transporte do Uber. Números impressionantes que hoje caracterizam uma história que precisa ser contada pela empresa, dentro de uma nova postura mais transparente.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

É fato que a empresa mudou a forma de descolamento das pessoas nas cidades em muitos países. Mas essa evolução não aconteceu sem percalços e problemas. Entre eles, problemas de reputação, de más condutas com motoristas e de perda do princípio de comunidade – que caraterizou a empresa no seu início. Hoje, integridade é um valor-chave da companhia. Para Stal, é imperativo resgatar e aumentar a confiança entre motoristas e usuários e deixar de ser apenas uma novidade viral para se tornar um produto e uma efetiva solução de mobilidade urbana.

O que era

A ideia inicial da empresa era permitir que motoristas particulares oferecessem seus carros e seu tempo para levarem pessoas a destinos escolhidos de uma forma que todos pudessem sair ganhando. Mais passageiros, mais viagens, mais dinheiro, mais conveniência e conforto. E mais engenheiros para ganhar eficiência. Essa decisão de encarar o negócio como apenas uma plataforma de tecnologia teve consequências. Implicou no fato de que a empresa não acreditou no poder do marketing para construir sua história e mostrar seus benefícios e seus compromissos. Os problemas de reputação surgiram e se espalharam de forma impressionante, tão rapidamente quanto o negócio ganhou escala. Em tese, o Uber tinha um modelo Robin Hood, ao fazer com que pessoas bem-sucedidas transferissem um pouco de seus recursos para pessoas que eventualmente precisassem complementar ou gerar renda e usassem seus carros com isso. Definitivamente, não foi bem assim que as coisas funcionaram quando o negócio ganhou escala e se tornou mais e mais acessível. A empresa passou a trabalhar mensagens sobre os ganhos mínimos que um motorista poderia ganhar associado à plataforma e a oferecer descontos agressivos que fizessem os passageiros abrirem mão dos táxis em nome de viagens com a Uber. A reputação da empresa foi tremendamente impactada pelos erros e desvios de comportamento do fundador Travis Kalanick, gentilmente convidado a se retirar do comando do negócio após ter ofendido motoristas associados.

O que é

Pois bem, o marketing foi redesenhado para construir um futuro para a empresa, baseado na conversação intensa com motoristas e com os passageiros, uma abordagem mais humana, transferindo recursos e investimentos para comunicação e fazer com que o insight humano lidere o negócio e não simplesmente a engenharia como no início do negócio. Segundo Stal, a empresa precisa estar disposta a dialogar sobre os assuntos que afetam ou importam para as pessoas.  Uma decisão de mudança de mentalidade, principalmente depois da empresa sacrificar mais de US$ 40 milhões em ações judiciais somente em São Francisco. Transformar o marketing e incorporar a disposição de conversar, tão comum a empresas tradicionais, representa uma ruptura na forma pela qual o negócio foi desenhado.  A Uber reconheceu os erros e tomou decisões difíceis e custosas – como oferecer seguros para todos os motoristas, que incluem coberturas aos passageiros. É parte do futuro que as pessoas podem conceder à empresa caso ela se comporte do modo correto. O mundo está mudando, a empresa continua crescendo de forma exponencial, lança novos serviços e é o meio de transporte preferido de milhões de pessoas mundo afora.  Stal afirmou que há um esforço genuíno para construir uma marca com valores consistentes que se propõe a dialogar com as partes interessadas de modo franco e aberto. O Uber quer ser uma marca confiável diante da instabilidade da vida moderna. Quer ser um porto seguro para a mobilidade urbana, fazendo desse princípio um posicionamento consistente. Em poucas palavras, o Uber quer fazer a coisa certa.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]