Pesquisar
Close this search box.
/
/
Escolha uma causa pela qual lutar ou desista de viver

Escolha uma causa pela qual lutar ou desista de viver

Atualmente, produtos e serviços são relevantes apenas se houver uma causa por trás da existência de cada um deles. Descubra o que as empresas acham disso

Nos dias de hoje, serviços e produtos significam pouco se não estão acompanhados de uma boa causa. Não por acaso, no painel Inovação Colaborativa – Conectando o cliente em torno de uma causa, o mediador César Souza, presidente do Grupo Empreenda, elaborou cinco provocações voltadas para essa questão.

 

São elas:

– O marketing atual não está funcionando

– A nova frente de batalha é a experiência do cliente

– As pessoas não querem apenas um emprego, mas um significado. O cliente não querem produtos e serviços, mas uma causa.

– Nova terminologia: clientividade

– Co-criação e soluções disruptivas

 

Diante de tais questões, Alessandro Ferreira, diretor-executivo comercial e de marketing do Grupo Hermes Pardini comenta que atua em um setor não tão simples: saúde. Para ele, levar o cliente para a empresa é necessário. “nascemos como uma empresa de diagnósticos de doenças. Porém, o marketing para esse setor é difícil”, diz.

Então, a empresa descobriu que o cliente vê a Hermes Pardini como uma empresa de saúde e bem estar. Nesse caso, esses são os temas que precisam ser promovidos. Com isso, a empresa criou um programa de participação da comunidade e passou a levar esporte, lazer e diversão para o local onde as lojas estão inseridas. “Nossa missão em cada lugar em que estamos é fazer parte da comunidade”, conta. Dessa forma, a companhia criou uma forma de mostrar pertencimento ao local onde está inserida.

Marcelo Alonso, diretor de Sustentabilidade da Natura, comenta que a empresa tem uma trajetória de muito tempo e, quando nasceu, tinha um sonho muito grande. “Temos uma oportunidade incrível de fazer negócios com propósito”, conta. Assim, ele lembra uma frase que ouviu em um evento da ONU: “os negócios são os novos ativistas”. A Natura é a prova disso: a linha Ecos, por exemplo, demonstra a preocupação com a questão ambiental. “As histórias por trás dos produtos atrai o cliente que quer se ligar a uma causa e pode ser usada como marketing”, diz.

Bruno Belardo, diretor de estratégia de marca do Buzzfeed Brasil, comenta que a empresa em que atua existe por ouvir o que as pessoas querem. E, afinal, quem nunca se identificou com uma das listas (engraçadíssimas) desse portal? “Há alguns anos, as pessoas consumiam conteúdo especifico, mas, com o celular, foram empoderadas e mudaram de comportamento”, conta. “esses formatos surgiram da vontade das pessoas de consumir coisas diferentes”.

Logo, a vontade da empresa não é levar pessoas para o site. Ao contrário disso, criam um conteúdo voltado para cada canal e para cada pessoa. “Pessoas que viveram coisas específicas compartilham aquilo e se tornam embaixadores do conteúdo”, afirma. Do ponto de vista de marca, o Buzzfeed tenta agir como uma pessoa, se conectando com o cliente de igual para igual.

Renato Estrella, diretor de atendimento da TIM, por sua vez, comenta que a empresa está focada na experiência do cliente. “para adquirir insumos dos clientes, criamos um portal colaborativos”, diz. O receio, porem, era que o canal se transformasse em mais um meio para reclamações.

Para alcançar essa meta, a companhia chamou três mil clientes de TIM Beta (voltado para redes sociais) para fazer um projeto piloto. Depois de um tempo, aproximadamente 20% eram reclamações, o que é pouco. Alem disso, a empresa desenvolveu conhecimentos para os funcionários, que perceberam a importância da colaboração, e inseriram o conceito de gamification.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]