Pesquisar
Close this search box.
/
/
Geração Z brasileira desafia estereótipos de consumo, revela pesquisa

Geração Z brasileira desafia estereótipos de consumo, revela pesquisa

Raio-x feito pela YouGov Profiles revela comportamentos surpreendentes em relação à tecnologia e consumo

Segundo os dados do YouGov Profiles de uma pesquisa feita em abril de 2023, é hora de questionar algumas concepções comuns sobre a Geração Z brasileira. Embora esses jovens sejam frequentemente retratados como usuários vorazes da Internet e smartphones, os brasileiros de 18 a 26 anos não realizam atividades em seus telefones com maior frequência do que as outras gerações. Na verdade, os resultados revelam que os jovens brasileiros têm hábitos de uso de tecnologia semelhantes aos Millennials, Geração X e até mesmo os Baby Boomers.

Na internet, a Geração Z brasileira só se diferencia ao demonstrar maior frequência em download de séries, filmes, jogos e conteúdo em geral. Além disso, eles também se engajam mais em jogos, com uma proporção de 37,7% em comparação com 33,6% da população em geral.

O uso de tecnologia pela Geração Z brasileira

Contrariando a crença que nativos digitais tem mais interesse no uso de tecnologia, os resultados indicaram que esses jovens são os menos propensos a acreditar que veículos elétricos são o futuro do setor automotivo e menos confiantes no potencial da inteligência artificial. Embora se vejam como pioneiros na adoção de tecnologia e demonstrem interesse em moedas criptográficas, eles ficam atrás dos Millennials nessas áreas.

 

Geração Z brasileira não é tão tecnológica infográfico

Leia mais:
O novo individualismo: uma forma diferente de olhar e entender a Geração Z

As paixões da Geração Z brasileira

Há grandes diferenças entre as percepções sobre os jovens da Geração Z brasileira e a realidade do que eles fazem em seu tempo livre. Embora se acredite que a Geração Z busque experiências de viagem, apenas 65,2% desses adultos afirmam ter paixão por viajar, em comparação com a média nacional de 72,9%. Além disso, eles são estatisticamente mais propensos a não seguir nenhum esporte (21,9% versus 19,7% da população em geral), não consumir álcool (49,3% versus 47,9% a nível nacional) e se identificar como gamers (73,7% versus 66,4%).

O consumo de mídia pela Geração Z

Os jovens Geração Z brasileira não são tão ávidos consumidores de streaming. Embora sejam mais propensos a considerar a TV ao vivo como coisa do passado (29,3% em comparação com 21,2% da população em geral), eles também demonstram uma paixão pela leitura.

Além disso, quando se trata de consumo de Video-On-Demand (VoD), os Millennials, a Geração X e até mesmo os Baby Boomers tendem a usar plataformas de streaming com mais frequência do que os jovens adultos com 26 anos ou menos.

Assine nossa newsletter!
Fique atualizado sobre as principais novidades em experiência do cliente

Os hábitos de consumo da Geração Z brasileira

Embora muitos acreditem que esses jovens sejam ativistas agressivos, a pesquisa mostra que muitos adultos com menos de 27 anos no Brasil não estão dispostos a exercer pressão financeira sobre as marcas em questões sociais. Menos da metade (44,7%) da Geração Z no país deixariam de comprar produtos de uma empresa com a qual discordam. Esse número é menos que os 47,6% da média nacional. Além disso, eles são os menos dispostos a pagar a mais por energia sustentável (39,3% versus 42,1% dos Millennials, 41,4% da Geração X e 39,9% dos Baby Boomers).

Ao se comparar com a média nacional, a Geração Z brasileira demonstra uma maior propensão estatística em admitir confusão em questões financeiras e tende a realizar compras por impulso. Além disso, é menos provável que planejem economizar e considerem o crédito e a dívida bancária como aspectos negativos. No entanto, apresentam uma atitude mais agressiva em relação a investimentos. Também mostram-se bastante confortáveis ao lidar com bens de segunda mão, se destacando nesse aspecto em relação a outros adultos.

 

Hábitos financeiros Geração Z brasileira infográfico

Conheça o Mundo do CX

Comunicação com a Geração Z brasileira

Em termos gerais, a Geração Z brasileira expressa maior satisfação com os esforços das marcas em suas campanhas. Apenas 42,2% deles acreditam que seu estilo de vida não é bem refletido na publicidade, em comparação com 46,6% da média nacional. Além disso, eles são o grupo que menos deseja que as marcas se envolvam em questões sociais (42,2% versus 45,2% da população em geral). Eles também acreditam menos na necessidade de inovação nas estratégias de marketing das empresas (60,3% versus 71% da média).

Canais de comunicação preferidos

De acordo com a pesquisa, os anúncios mais notados pela Geração Z brasileira são veiculados na internet, em transportes públicos e em eventos presenciais. No entanto, eles também prestam mais atenção em mídia Out-Of-Home (OOH) (30,6% versus 25,2% da média nacional), comerciais de cinema (28,6% versus 25,4% da média) e correio tradicional (25,5% versus 24% da população em geral). Vale ressaltar que 61,1% da Geração Z consideram a publicidade irritante, a porcentagem mais alta entre todas as faixas etárias.



+ NOTÍCIAS
O que a Geração Z e os Millennials esperam dos bancos?
Como a Geração Z está transformando o mercado automotivo

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]