Pesquisar
Close this search box.
/
/
O efeito do BBB sobre as marcas: O patrocínio compensa?

O efeito do BBB sobre as marcas: O patrocínio compensa?

Ações nos reality shows têm impacto na experiência do cliente, fortalecem awareness e conexões com consumidores

Os reality shows são, há 20 anos, alguns dos programas mais assistidos da televisão, e se tornaram importantes ferramentas para as marcas potencializarem sua identidade e seu alcance. Apesar das altas verbas investidas, o retorno também costuma ser satisfatório não só em lucratividade, mas em posicionamento de marca e imagem. O BBB, por exemplo, conta com a presença de grandes marcas como Carrefour, Riachuelo, Stone e Seara, que pagam até R$105 milhões de patrocínio.

Para Gustavo Pisani, diretor de Estratégia Digital do Varejo na FCamara, ecossistema de tecnologia e inovação que potencializa o futuro de negócios, são muitas as inspirações que os executivos podem tirar dos reality shows, mas a importância da omnicanalidade é predominante em todos eles.

Leia mais:
Como explicar a relevância do Big Brother após 23 anos no ar?

“Os programas reforçam a importância da interação em tempo real e por diferentes canais, além de colocar o consumidor como peça mais importante da compra”, afirma o executivo.

Marcas lançam produtos e se apresentam nos realities

É o caso da Chevrolet, que lançou a picape Silverado no BBB 23. “O BBB é, sem dúvida, a melhor plataforma para darmos a visibilidade que o modelo merece”, comenta Chris Rego, diretora-executiva de Marketing GM América do Sul.

A Silverado é um produto estratégico para a Chevrolet, que está preparando uma configuração exclusiva da picape para atender as expectativas do consumidor local. Este modelo será revelado somente no momento do lançamento comercial.

E o que dizer do Modo Stone? Além de a patrocinadora bancar o maior prêmio da história do Big Brother Brasil na 3ª edição, a expectativa e o jingle entraram na mente dos telespectadores, assim como o conhecimento de marca nacionalmente.

“Com o patrocínio ao BBB23, realizamos a maior ação de visibilidade nacional das marcas Stone e Ton. O programa serviu de vitrine para o nosso portfólio de produtos e serviços desenvolvidos para apoiar os empreendedores, e para o lançamento de novas soluções como a Super Conta Ton, conta digital feita para os clientes do Ton”, explica Rodolfo Luz, diretor de marketing da Stone.

A Stone marcou a história do reality, entregando o maior prêmio de todas as edições, com uma dinâmica inovadora – o Modo Stone – que movimentou o prêmio, o programa e as redes sociais. “Ao longo dos últimos quatro meses, lideramos os patrocinadores em número de menções nas redes sociais e percebemos um crescimento em volume de buscas desde do início do programa para ambas as marcas”, celebra.

Pisani também defende que o varejista pode tirar ensinamentos valiosos até mesmo daqueles realities com temáticas que, a princípio, podem parecer distantes. Apesar de BBB e Fazenda terem se tornado os mais populares – no Brasil e no mundo, o diretor de estratpegia digital recomenda ampliar o horizonte.

“A mídia cria outros formatos ao longo dos anos, muitos até focados em empreendedorismo e aprendizados. Mas, na maioria deles, o comércio pode tirar grandes lições de vendas de como atrair seu público, como fidelizar clientes, entre outros pontos, pois todos tem e mais do que isso, precisam de patrocinadores, que em paralelo, também ganham alavancando sua marca”, afirma.

Assine nossa newsletter!
Fique atualizado sobre as principais novidades em experiência do cliente

Estratégias de reality para aplicar na vida real:

Pensando no mundo do varejo, o executivo acredita que é possível usar estratégias dos realities para colocar em prática e alavancar as vendas. Confira:

Crie estratégias de interação

A ideia de conectar as mais diversas plataformas disponíveis de uma marca, possibilita jornadas mais convenientes para cada público. Os reality shows conseguem impactar todo tipo de espectador, oferecendo o conteúdo do programa em todas as plataformas; cada um fica ligado naquela que considera mais relevante.

A maioria das marcas acompanha 24h o que acontece nos realities, e exploram em suas redes todas as oportunidades identificadas pelo time para gerar vendas. Os próprios produtores dos programas criam estratégias omnichannel para permitir que o público interaja o tempo todo, da forma que for possível, qualquer que seja a plataforma.

“O programa é um dos mais comentados dentro e fora do universo digital e tem contribuído para fortalecer e consolidar a marca Ademicon nacionalmente, ampliando ainda mais a visibilidade e os diferenciais da companhia. É um investimento que tem impactado os nossos negócios”, revela Tatiana Schuchovsky Reichmann, CEO da Ademicon.

Nem todo mundo vai chegar até sua loja diretamente pelo site, ou por um buscador. É preciso atuar em todas as frentes, cobrindo os caminhos existentes e conectando sua marca a todos eles, em experiências personalizadas, naturais e fluidas. Quando se trata de comércio, estratégias de interação favorecem também o consumidor, que pode optar qual canal é mais conveniente para o momento, com autonomia e facilidade”, pontua Gustavo.

Nesse contexto, entram também os famosos marketplaces, que já possuem grande atuação nos reality shows como principais patrocinadores, e, que fazem uso da estratégia , pois são oportunidades de ampliar o portfólio e de construir um negócio escalável são ainda maiores.

Leia mais:
Modo Stone inova no BBB e fora da casa

Promoções e descontos para chamar atenção

Campanhas promocionais ainda são um dos maiores atrativos para conquistar e fidelizar clientes. Essa estratégia também é muito usada nos reality shows, que aproveitam momentos de aparição das empresas para incluir QR Codes, chamada para download de app e até mesmo URL do site ou landing pages. Eles direcionam os telespectadores para ofertas exclusivas, por tempo limitado, fortalecendo a parceria entre marca e programa.

Não diferente no varejo, muitas vezes, quando as empresas disponibilizam cupons de desconto para os clientes, sejam eles de frete grátis, redução no preço ou vantagens em uma próxima compra, a ação torna-se fator determinante na decisão de compra dos consumidores. O tempo limitado da promoção também provoca um senso de urgência e acelera as operações”, comenta Pisani.

Em um estudo encomendado pela Globo, o frete grátis foi apontado por 82% dos entrevistados como a principal motivação de compra. Já os cupons de desconto apareceram em 67% das respostas. Ou seja, quando o lojista oferece condições de compra mais atraentes, envolvendo cupons de desconto, fretes acessíveis, brindes, sistema de cashback, entre outros benefícios, ganha vantagem competitiva no mercado.

Conheça o Mundo do CX

Use e obtenha o melhor das redes sociais

Durante a transmissão de qualquer reality show, as redes sociais acabam ganhando enorme destaque, sendo um dos canais principais para debates, torcidas e comentários em geral. “Isso nos leva a reforçarmos a importância da estratégia de divulgação das marcas, produtos e serviços nas principais redes sociais. Elas são os meios que permitem e trazem engajamento e envolvimento do público, muitas vezes ajudando com os feedbacks dos negócios, sejam eles positivos ou negativos”, conclui o executivo.

Vale ressaltar que mesmo as marcas fora do reality podem surfar a onda de comentários deles. A técnica se chama “newsjacking”, trata-se de um tipo de ação de guerrilha para tirar vantagem de eventos ou histórias de forma positiva para promover uma marca ou produto.



+ NOTÍCIAS
Sem pagamentos, sem viagens: como o Hurb entrou em crise
Gapminder: o site que desmente o senso comum com dados

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]