Pesquisar
Close this search box.
/
/
O Boticário é tech: como a tecnologia auxilia no crescimento da marca

O Boticário é tech: como a tecnologia auxilia no crescimento da marca

Saiba como o Grupo Boticário usa a tecnologia para entender o consumidor e redesenhar suas estratégias em Customer Experience (CX)

Redes sociais, tecnologia e comportamento. São esses os fios orientadores da estratégia de crescimento do Grupo Boticário? Segundo a companhia, o ecossistema de beleza é o segredo da evolução, pois é uma complexa cadeia que vai da indústria ao varejo multicanal, multinacional e multimarcas, que perpassa o negócio e envolve também parceiros, fornecedores e toda a sociedade.

São mais de 40 anos de história, mais de sete marcas de consumo, 4 mil lojas físicas no país, presentes no Brasil e em mais 15 países. Todo o aprendizado adquirido ao longo dos anos contribui para que os elementos sejam pensados de forma consciente e robusta para o alcance do sucesso responsável.

Pensando nisso, Liliane Bernardes Santana, diretora de customer excellence do Grupo Boticário, explica, em entrevista exclusiva ao Consumidor Moderno, os principais pontos para o avanço da marca.

Boticário e a tecnologia para entender o consumidor

Segundo a especialista, internamente costuma-se dizer que a inovação e tecnologia estão no DNA do Grupo Boticário, pois fazem parte de todo o modelo de negócio e são transversais ao ecossistema.

“Como o consumidor está no centro do negócio, temos investido em soluções para aprimorar constantemente os serviços e produtos oferecidos a eles, em busca de proporcionar a melhor experiência de beleza. Mesmo acreditando que a experiência é responsabilidade de todos, resolvemos, por exemplo, criar um time centralizado de user experience”, exemplifica Liliane Bernardes Santana.

Essa equipe está dividida em: Product Designer, UX Researcher, UX Analytics e Design OPS. Cada um exerce um papel fundamental na construção dos produtos digitais e na melhoria contínua da experiência para todos os elos da cadeia do Grupo Boticário: consumidores, franqueados, representantes e colaboradores.

“O time de product design está dedicado a cada um dos produtos digitais. Já o squad de research olha para a jornada como um todo, realizando pesquisas aprofundadas, discovery e manutenção da jornada do usuário. O time de UX Analytics garante a mensuração adequada dos dados de consumo dos produtos digitais”, pontua.

“Já a equipe de OPS tem a missão de garantir que o design system (que é a nossa biblioteca de componentes) esteja pronto para atender à construção ou evolução de qualquer produto digital, fazendo melhores práticas de design e desenvolvimento, sem deixar de lado o foco em acessibilidade, que é um compromisso do Grupo”, afirma a executiva.

A companhia possui as mais avançadas inovações e tecnologias disponíveis no mercado para desenvolvimento e testagem de produtos, garantindo que os desejos e necessidades do consumidor estejam sempre em primeiro lugar.

Mesmo durante a pandemia, nos últimos três anos foram investidos mais de R$1,2 milhão em tecnologia para perfumaria (em projetos, como Nariz Digital, o Olfatômetro e de durabilidade de fragrâncias (lasting)), estrutura de neurociência, laboratório de métodos alternativos, entre outras ações. O resultado desses movimentos, por exemplo, é que cerca de 30% do faturamento de 2021 foi proveniente de novos lançamentos (produtos lançados há menos de um ano).

A pandemia de Covid-19 acelerou as mudanças de comportamento do consumidor, que está cada vez mais conectado ao universo digital, continua buscando excelentes produtos, serviços e, principalmente, de marcas socioambientalmente.

Em consonância, o Grupo Boticário desde sua fundação, há 45 anos, sempre teve uma relação próxima com os consumidores. “Estar próximo e conectar pessoas a soluções personalizadas permite entender os desejos dos clientes, o que contribui para que as áreas da empresa possam buscar melhorias com foco em produtos, comunicação, atendimento ao cliente e outras frentes em que atuamos”, salienta a diretora de customer excellence.

Novas demandas e os principais desafios

Pelo fato de o Grupo Boticário ser um conglomerado multimarcas e multicanal, acredita que o futuro é omnichannel. Por isso, consegue atender o consumidor onde e quando ele quiser. No último ano, por exemplo, foram realizadas diversas aquisições e implementações a fim de continuar a jornada de construir o melhor e maior ecossistema de beleza do mundo.

“Dentro da nossa estratégia esteve a aquisição da Equilibrium, startup de orquestração e inteligência logística digital, com o objetivo de fortalecer nossa estratégia de omnicanalidade para realizar entregas mais rápidas. Implementamos modelos de previsão e segmentação de chamados em nossa central de atendimento ao cliente, garantido melhoria significativa no contact rate e na satisfação de nossos consumidores”, coloca o Grupo Boticário.

Além disso, a omnicanalidade é uma estratégia consolidada para a organização, que percebe que os consumidores são mais engajados, frequentes e possuem maior poder com os avanços e investimentos que têm sido realizados em busca de aprimorar ainda mais a experiência, que é um dos grandes desafios: continuar aprimorando serviços e produtos, e antecipando tendências em busca de atender às necessidades dos clientes.

Prova disso é que o grupo registrou faturamento recorde de R$ 18,1 bilhões em 2021, crescimento de 14,7% em comparação ao ano anterior. Em 2020, o faturamento da empresa foi de R$ 15,7 bilhões, alta de 2,6% em relação a 2019.

O acelerado e histórico resultado se deve principalmente à integração e complementaridade entre os canais, com destaque para vendas digitais (e-commerce) que cresceram 33% em 2021 frente ao ano anterior. Os avanços em digitalização e inovação também contribuíram positivamente para a estratégia omnicanal da empresa.

Esse desempenho acompanha o aumento significativo dos consumidores das sete marcas do grupo em seus mais diferentes canais. Em 2021, a base ativa de clientes (compradores distintos no ano) cresceu 9,2% frente a 2020, o que corresponde a 1,6 milhão de novos brasileiros consumindo produtos da empresa no último ano.

Em relação às categorias, os novos hábitos de consumo que surgiram na pandemia intensificaram os resultados de cabelos e cuidados pessoais, que cresceram 32,5% e 22,5%, respectivamente. Já a categoria de maquiagem apresentou sinais de retomada no 4º trimestre de 2021 devido ao avanço da vacinação contra a Covid-19 e à flexibilização do distanciamento social.

Em make, as marcas de consumo O Boticário e Quem Disse Berenice? expandiram sua penetração nas lojas físicas e em venda direta, e no primeiro trimestre de 2022, já apresentaram ganhos significativos, com crescimento nas vendas de até dois dígitos frente a igual período do ano anterior.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente 


+Notícias

Henkel lança primeiro e-commerce da marca fora da Alemanha no Brasil 

WhatsApp como estratégia de marketing: como fazer corretamente? 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]