Pesquisar
Close this search box.
/
/
7 motivos para você guardar dinheiro na poupança

7 motivos para você guardar dinheiro na poupança

Coloque um fim nos cofrinhos, colchões, armários e bolsos que armazenam seu dinheiro com muito cuidado e nenhum retorno

A poupança é o produto bancário mais famoso e utilizado pelos clientes por vários motivos. O primeiro é pela facilidade, muitas vezes você tem essa opção habilitada automaticamente na sua conta, e o segundo é pelos baixos riscos de investimento, o que irá lhe garantir um rendimento mensal baixo porque não há riscos de desvalorização.

Por outro lado, a poupança deve ser vista como uma forma de fazer o seu dinheiro render depois de quitar todas as dívidas e sobrar algum valor no final do mês. O correto é você equilibrar as suas finanças para ter um fundo para emergências e outra parte deve ser destinada a investimentos para rentabilizar o seu dinheiro.

Como funciona para aplicar o seu dinheiro na poupança?

Para facilitar o entendimento, elencamos sete dicas práticas.

1. Investir na poupança é simples e sem burocracia

Na poupança não há limites para aplicações nem taxas administrativas, isenção de imposto de renda e IOF (para pessoais físicas e empresas sem fins lucrativos), sem limites de resgates. Existem dois fatores que podem trazer tranquilidade ao poupador: os depósitos são remunerados pela TR (Taxa Referência), acumulando juros mensais para PF e trimestrais para PJ. Além disso, aplicações até R$250.000 são garantidas pelo FGC (Fundo de Garantidor de Créditos);

2. Resgates podem ser realizados a qualquer momento

Fique atento apenas à data de aniversário (quando foi realizado o investimento): se você investiu um valor qualquer no 1º dia útil do mês, o crédito do rendimento será calculado no 1º dia útil dos meses subsequentes e assim por diante. Saques em datas inferiores ao aniversário da conta não terão os rendimentos calculados e a sua rentabilidade pode ser nula se realizados saques neste período;

3. Serviços gratuitos para correntistas da conta poupança

Existem cestas de serviços para quem tem poupança, com a diferença de que são gratuitos e sem cobranças de mensalidades. Os serviços inclusos dependem do seu banco, mas normalmente são: cartão para movimentação, dois saques por mês nos caixas ou terminais de autoatendimento, duas transferências para contas de depósito de mesma titularidade, dois extratos para consultas e extrato anual consolidado;

4. Planeje as suas finanças para poupar mais

Trace seus objetivos para reduzir as despesas e contas. Reserve uma data no mês para realizar as aplicações, a rotina na data de aniversário da poupança facilitará para você saber quando poderá realizar eventuais saques;

5. Reserve 10% dos seus rendimentos

Especialistas financeiros defendem que reservar 10% dos seus rendimentos para aplicar na poupança é o mínimo recomendado. Lógico que no início você fará aplicações de valores menores e até existirão meses que outras despesas serão prioridades. Mas não deixe de seguir a rotina de escolher uma data e aplicar o quanto puder dos seus rendimentos na poupança;

6. Proteja-se do inesperado

A ideia de ter uma poupança é que os rendimentos possam ser utilizados para compras planejadas com muita antecedência. Porém é muito importante que você tenha fundos emergenciais em sua conta corrente para eventuais emergências;

7. Diversifique os seus investimentos para aumentar os lucros

A poupança é o meio mais seguro e utilizado pelas pessoas quando o assunto é poupar sem riscos, mas os seus rendimentos são extremamente baixos. Existem outras opções com margens parecidas de risco que podem ser consideradas um complemento com as suas aplicações na poupança, que são os títulos do Tesouro Direto, Fundo DI ou CDB.

Se o valor aplicado na poupança for três vezes maior que sua renda ou salário mensal considere investir o restante do valor em fundos de investimentos, como Fundo DI, CDB ou Tesouro Direto. Eles também são seguros e rendem mais que a caderneta.

Fundos DI: é uma boa opção para quem tem medo de investir em ações, que tendem a oscilar muito e a ter quedas abruptas. Os fundos DI são investimentos em títulos que tendem a acompanhar as taxas de juros, por serem baseados nas taxas SELIC e CDI. Apresentam maior solidez e liquidez diária, o que permite que o saque possa ser realizado a qualquer momento.

CDB(Certificado de Depósito Bancário): é um título que os bancos emitem para conseguir financiar as próprias atividades de crédito. Portanto, ao optar pelo CDB você está emprestando dinheiro para o banco em troca de uma rentabilidade diária. Porém, alguns bancos exigem um período de carências e para estes casos o retorno é mais interessante.

Tesouro Direto: trata-se de um programa de negociação dos títulos públicos para pessoas físicas, realizado por meio da internet. Esta é uma opção de investimento nos mesmos moldes da poupança, investimento de baixo retorno e seguro porque os títulos públicos são considerados os ativos de menor risco na economia nacional.

*Via GuiaBolso. 
Quer saber mais sobre o mercado de Crédito e Cobrança? Participe do Recover Money.

 Serviço

O que: Recover Money

Quando: 11 de maio de 2016

Onde: FecomercioSP

Realização: revista Consumidor Moderno

Mais informações: www.recovermoney.com.br ou pelo telefone 55 11 3125-2215.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]