Pesquisar
Close this search box.
/
/
7 dicas para largar tudo e viajar o mundo ajudando o outro

7 dicas para largar tudo e viajar o mundo ajudando o outro

Você já pensou em voluntariar fora do país? A brasileira Letícia Mello teve essa experiência e dá dicas para quem quer tentar

O trabalho voluntário é uma das formas mais simples e eficientes para quem deseja ajudar o outro. Porém, nem sempre é simples começar a atuar em prol de determinadas causas – principalmente se a decisão envolve uma transformação de vida muito grande.

Letícia Mello, idealizadora do projeto “Do for Love”, viveu essa experiência e considera que abrir mão de tudo e voluntariar seis meses no Sudeste Asiático foi, sem dúvida, uma das experiências mais enriquecedoras e gratificantes que já viveu. Não por acaso, a brasileira transformou a própria história em um livro.

Durante o período em que viveu na Tailândia, Camboja e Vietnã, Letícia deu aulas de inglês a comunidades carentes, para policiais, monges, angariou fundos para construir uma casa a uma família, entre outras grandes ações. Em troca, recebia acomodação e alimentação na comunidade local. “O importante é estar com o coração aberto e levar carinho e atenção. O que eles precisam é de amor e cuidados. E na verdade, você acaba aprendendo muito mais do que ensinando” diz a jovem.

voluntariar02 voluntariar01

Pensando nisso, Letícia listou sete dicas fundamentais para quem deseja voluntariar de forma independente fora do país. Confira.

1 – Por onde começo?

“O primeiro passo é definir qual sua área de interesse em voluntariar – seja com animais, educação, construção, medicina – e buscar países que ofereçam oportunidades. A próxima etapa é analisar seu orçamento e durante quanto tempo pretende viajar, sempre atento a melhor época para visitar cada país – um detalhe que pode ser crucial no sucesso da sua viagem”.

2 – Pesquise!

“Você escolheu voluntariar de forma independente, então tome ciência de que você está no controle da situação. A internet é a sua melhor aliada para essa tarefa. Pesquisar o máximo de informações e sites disponíveis, além de entrar em contato com pessoas que participaram dos mesmos projetos, economiza tempo durante a viagem. Porém, é necessário saber distinguir quais são as informações relevantes e confiáveis, para evitar problemas futuros. Alguns sites que eu indico para pesquisa: Workaway, Helpx e o brasileiro Worldpacker”.

3 – Seja honesto!

“Ao redor do mundo existem diversos programas para voluntariar: seja para dar aulas de inglês, atuar com trabalho humanitário, em construções ou trabalhar com animais. Independente do campo de atuação é fundamental ser transparente e honesto com a instituição. Não minta as suas habilidades e qualificações para se encaixar em algum projeto. A honestidade é fundamental para o desenvolvimento do trabalho voluntário. Infelizmente, muitos projetos recebem informações mentirosas sobre os voluntários, o que dificulta o andamento do projeto”.

4 – Voluntariado não é férias

“Voluntariar é uma das melhores experiências que alguém pode viver para conhecer a cultura e os costumes locais – conhecer a rotina e ter contato com os nativos de uma determinada região é enriquecedor. Mas viajar para voluntariar é saber que boa parte do seu tempo livre é destinado ao voluntariado, então seja comprometido e aproveite ao máximo essa experiência”.

5 – Nem tudo sai como planejado

“Infelizmente existem projetos que não cumprem o que prometem, cobram valores altos e não são tão sérios – por isso a pesquisa antes da viagem é tão importante. Mas, como tudo na vida, se algo der errado, aprenda a ver o lado bom dessas situações – isso nos faz refletir sobre a realidade de cada país e nos ajuda a criar mais empatia pelas pessoas. Aprenda com isso e sempre tenha um plano B na manga, caso você chegue a algum projeto e não se identifique. Isso aconteceu muito comigo no Camboja e no final percebi que não era por maldade deles, mas sim um desespero para sobreviver”.

6 – Esteja preparado para o pior, sempre!

“Você está em um país diferente, não conhece ninguém, optou deixar o conforto de casa para voluntariar. O banho nem sempre vai ser de chuveiro e água quente, um colchonete no chão pode vir a ser a sua cama, o calor vai te incomodar, o sistema de saúde da região pode ser precário, você não sabe como funciona a rotina e os costumes dos locais, então prepare-se para situações adversas. Mas, para o seu voluntariado ser um sucesso, encare com otimismo essas divergências, pois são elas que vão te tirar da zona de conforto e te ensinar muito mais do que você possa imaginar”.

7 – Não desista!

“Imprevistos vão acontecer, aliás, você abriu mão do conforto da sua casa, vai aprender a lidar com a saudade da família, de casa, dos amigos. Por mais difícil que pareça ser, lembre-se que sua ajuda está impactando a vida de muitos e isso é a maior recompensa que você vai ter. Várias foram às vezes que a vontade de largar tudo falou mais alto, mas a força e a vontade de continuar impactando outras vidas de forma positiva sempre foram mais fortes. No final de tudo, ao retornar pra casa, cada segundo dessa experiência valerá a pena e tudo o que você ajudou ficará de legado para outras pessoas”.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]