Pesquisar
Close this search box.
/
/
Uma dupla transformadora: inovação e propósito para potencializar energias de mudança

Uma dupla transformadora: inovação e propósito para potencializar energias de mudança

A busca pelo novo e pelo diferente leva empresas a mostrarem o melhor de si. Basta vincular essa busca a um compromisso genuíno. Entenda

Inovação e propósito caminham juntos quanto mais desafiador é momento da história humana. Enfrentamos, nos últimos meses, certamente o período mais atribulado, incerto e volátil das últimas décadas. As organizações podem considerar reduzir ou repensar as iniciativas de pesquisa e desenvolvimento ou de serviço ao cliente, mas vale a pena repensar essa abordagem. O SXSW Online reuniu líderes de inovação de três segmentos distintos, representando organizações em crescimento para mostrar como investimentos inabaláveis ​​no novo e no diferente, aliados a compromissos e propósitos bem fundamentados e relevantes impulsionam o crescimento e engajamento.

O debate reuniu Melanee Hannock, Chief Innovation Officer do St. Jude Children’s Hospital; Jesus Chavez, Managing Partner do Black//Brown; e Wade Allen, Vice-Presidente Sênior de Inovação da Brinker International para compartilharem suas experiências.

Momento de mudanças

Jesus Chavez diz que a inovação é parte integrante de cada atividade da empresa, porque a Black//Brown se dedica a mostrar como empresas podem atingir novos mercados e a desenvolver negócios em diferentes comunidades. A chegada da pandemia provocou ondas sísmicas que abalaram as bases de negócio e criaram condições para discutir modelos e estratégias, o que potencializou os negócios da Black//Brown. Era urgente pensar em novas formas de atingir novos grupos de clientes a partir de estratégias inovadoras.

Wade Allen, à frente da Brinker International, rede global de casual dining, um dos setores mais atingidos pela desconstrução provocada pela pandemia, comentou que tão logo a empresa percebeu a força disruptiva da Covid-19, a busca por alterações e adaptações no modelo de negócio tornou-se evidente. E assim, a inovação foi essencial para manter o negócio vivo. Mas a inovação sozinha não era a resposta, ela dependia de um propósito claro, que desse sentido para qualquer nova ideia a ser desenvolvida, capaz de fazer com que os colaboradores se sentissem especiais e, dessa forma, fizessem clientes também especiais.

O papel do propósito

Nesse sentido, questiona Melanee, a criação de inovação deve ser direcionada ao propósito? Na opinião de Jesus, o ano de 2020 foi extremamente emocional, com famílias fragilizadas, perdas físicas combinadas com um futuro muito incerto, um contexto que tornou necessário identificar razões mais elevadas para estimular o consumo, baseadas na prática intensiva da conversação, do diálogo e envolvimento com as comunidades.

Engajamento dos colaboradores, impactos positivos nas comunidades de entorno, disposição para entender e se envolver com a vida e as aflições das pessoas. Essas habilildades, associadas à autenticidade, a valorização da missão corporativa e uma jornada de apoio à diversidade são propósitos que funcionam como indutores para a criação de inovação. Jesus diz que a consultoria BCG mostrou claramente um estudo que atesta que a partir de um determinado nível de diversidade, a inovação de valor torna-se mais evidente nas empresas. E o ano de 2020 pôde trazer essa perspectiva a muitas empresas, que anotaram resultados significativos.

Essa busca por diferentes experiências de vida é componente crítico da inovação. Mas quantas empresas estão realmente dispostas a aceitar e a adotar essa diversidade de visões? Criar mecanismos para que as ideias sejam reconhecidas, de forma a fazer a diversidade evoluir para além do discurso e permeie as atividades, dê suporte a missão e estabeleça identidade com o propósito é crucial.

Alinhar propósito à produção de inovação torna as empresas melhores, verdadeiras agentes de transformação e capazes de auxiliar pessoas em toda parte. “Tudo está na missão, quanto mais focada ela for, maior o impacto massivo que ela pode gerar, inclusive além das fronteiras do país de origem”, diz Chavez, da Black//Brown. Para ele, não importam quantas sessões e metodologias existam para produzir inovação, se ela não evidenciar propósitos reais, que encontrem eco nas comunidades, terá alcance limitado.

“O conceito de sucesso profissional vai além da ascensão na carreira, está vinculado na capacidade de fazer alguma diferença para as pessoas com o próprio trabalho”, finaliza Wade.


+ Notícias 

Dados e momentos: um papel para o design em um mundo hiperconectado 

A inovação que tememos é uma história mal contada 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]