Pesquisar
Close this search box.
/
/
Segurança e usabilidade: a prioridade é achar o equilíbrio

Segurança e usabilidade: a prioridade é achar o equilíbrio

Conarec 2022: empresas investem em tecnologia, orientação dos clientes e proteção de dados em busca do equilíbrio entre jornada fluida e segura

Durante o Conarec 2022 foi discutido “o que conta mais para a experiência do cliente: segurança ou capacidade de interação?”. Para Fábio Bittencourt, diretor de Customer Service do Grupo Carrefour, quando se olha a jornada como um todo fica claro que a curto prazo o consumidor se irrita com as camadas de segurança adicionadas ao acesso, mas a longo prazo ele pode se irritar ainda mais caso haja um vazamento de dado ou alguma fraude: “É uma linha bastante tênue para que a empresa possa equilibrar e oferecer uma jornada fluida e segura para o cliente”.

Liliane Bernardes Santana , diretora de Excelência do Cliente, do Grupo Boticário, afirmou que entregar uma experiência segura é uma obrigação das empresas. “Ninguém fica questionando se a empresa é ou não segura, acha que está intrínseco. Só vai pensar sobre isso e se importar quando sofre algum ataque”, explicou a executiva. Segundo ela, equilibrar a jornada de compra é o melhor caminho. “Temos que entregar uma experiência segura, mas que o cliente se sinta feliz”, constatou.

A preocupação com os dados, têm sido cada vez mais frequente para os clientes que vivem em um mundo digitalizado, que estão por exemplo nas redes sociais. Quando se trata de mercado financeiro, a segurança passa a ser ainda mais fundamental. Patricia Kessler, superintendente executiva de Customer Experience do Bradesco, destacou que além de equilibrar segurança e qualidade da experiência, as empresas precisam estar atentas para entender que cada cliente vai ter uma prioridade.

“Tem clientes que vão priorizar a segurança e não vão se incomodar de passar por inúmeras camadas, preencher vários dados para conseguir acessar os serviços. Outros vão priorizar a usabilidade, vão dar preferência ao acesso pelo Face ID, por exemplo. É um desafio diário. O que a gente tem feito é investindo para evoluir em biometria facial e melhorar a plataforma de segurança em tempo real. Com isso, a gente pretende exigir menos ações do cliente e evitar atritos”, descreveu Patrícia.

Dados: riscos e potenciais

Os dados dos clientes são valiosos para as empresas, é através deles que é possível analisar o comportamento dos clientes, entender a vulnerabilidade e propor soluções. Por isso, é essencial que as empresas tenham uma cultura de proteção dessas informações, se colocando na posição de responsáveis por elas.

Luis Ricardo Ferreira, CEO da Tahto, relatou que como uma empresa que lida com dados sensíveis dos clientes, a Tahto investiu na conscientização dos mais de 11 mil funcionários. “Com a LGPD criamos um comitê, um conselho de ética e um plano de comunicação para mostrar o quanto o assunto é importante. Os dados são como o petróleo das empresas. Todos precisam ter essa consciência”, explicou o CEO.

Educação dos clientes e a reputação da empresa

As empresas não são à prova de bala, por mais que se blindem, as fraudes podem acontecer. Os participantes do painel destacaram que a diferença será como as empresas vão lidar com isso. Segundo os executivos, momentos de “fricção” podem ser transformados em aprendizado. Um atendimento especializado, por exemplo, com uma pessoa da área de fraude, pode ser um diferencial.

Fábio Bittencourt, do grupo Carrefour Brasil, lembrou que também é importante educar o consumidor, impactando com dicas e orientações sobre como não cair em golpes ao longo da jornada. A empresa deve contribuir nesse processo tanto pelo compromisso com o cliente, quanto pelas consequências que as fraudes e os vazamentos de dados podem trazer para a própria marca.

O diretor afirmou que também é recomendado que as empresas façam uma ação de monitoramento constante nas redes sociais para saber se ninguém está se passando por ela, preservando assim os clientes e a sua reputação.

5G: nova etapa da revolução

Os participantes do painel também falaram sobre o impacto do 5G nesse equilíbrio entre segurança e capacidade de interação. Ao contrário do que pode parecer, o 5G traz mais esperança do que medo, mais possibilidades do que riscos. Os executivos acreditam que essa tecnologia pode nos colocar em outro patamar, representar uma nova etapa da revolução em CX.

Essa perspectiva tem como base as portas que se abrem com o 5G no sentido de materializar segurança e experiência, conseguindo equilibrar os dois pontos. Ao mesmo tempo, os executivos reforçam que as empresas devem trabalhar para criar soluções para proteger os clientes e os dados da própria empresa. Segundo eles, é preciso amadurecer o tema e dimensionar os desafios.

 

 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]