Pesquisar
Close this search box.
Relacionamento em home office: os benefícios para o cliente final

Relacionamento em home office: os benefícios para o cliente final

A partir de um modelo de negócio inovador, a JobHome gera valor social, mas reforça: não adianta pensar na sociedade sem pensar no cliente

   Em grandes cidades, é muito comum que boa parte da população tenha de se deslocar por horas para chegar ao escritório. Esse é um fator que consome tempo e, consequentemente, impacta a qualidade de vida e a produtividade – afinal, quantas atividades de lazer ou de trabalho poderiam ser feitas naquelas horas em que o colaborador está dentro do transporte público ou no carro?  Com a chegada da pandemia de COVID-19 e o distanciamento social, houve mudanças nesse cenário: o home office, já regulamentado pela Reforma Trabalhista de 2017, ganhou mais adeptos e mais popularidade.

   No setor de relacionamento com clientes não foi diferente. Muitas empresas passaram a adotar, ainda que parcialmente, o trabalho remoto. Porém, existem diferenças – de estrutura, planejamento etc. – entre as organizações que fizeram essa mudança em uma situação emergencial e aquelas que já atuam tendo esse modelo como estratégia. É o caso da JobHome. 

   O nome da empresa já diz tudo: seu princípio é, justamente, o trabalho feito a partir de casa. O modelo de negócio é focado no relacionamento com clientes e, como conta Ricardo Galdino, diretor de Marketing da JobHome, o modelo de trabalho remoto tem vantagens que vão além daquelas tradicionalmente mencionadas – como ganho de tempo e qualidade de vida. 

   “A capilaridade é um ponto importante em nosso modelo de atendimento, não somente por nos possibilitar melhorar a distribuição de renda do Brasil ou fazer com que os colaboradores tenham mais tempo para se dedicar a questões relacionadas à família, à saúde, à educação etc.”, diz. “Prezamos por trabalhar com pessoas capacitadas e sabemos que esses profissionais podem estar distribuídos em qualquer lugar do mundo. Por que não utilizar essa qualidade para dispor de excelência para os nossos clientes?”, reflete o executivo.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DRIBLANDO ADVERSIDADES

   Tal capilaridade traz benefícios, mas também desafios a serem superados. Como afirma Galdino, em algumas regiões do Brasil ainda há falhas em conectividade. “Evoluímos muito nos últimos anos, porém, ainda é pouco considerando nossa proporção continental”, comenta. Por isso, a JobHome indica qual é a melhor opção local de conectividade e assume os custos de forma integral. “Assim, garantimos a conectividade dentro dos requisitos, de forma dedicada e segura”, detalha.

   Todos esses elementos permitem que o colaborador tenha um ambiente de trabalho positivo – o que é determinante pois, como lembra o diretor de Marketing, o sucesso de uma empresa depende muito de como os colaboradores se comportam em suas atividades. “Diversificar, dar voz aos colaboradores e proporcionar um ambiente de trabalho seguro são algumas das frentes que nos ajudam a obter o melhor de cada um deles”, garante.

   Por isso, para além de simplesmente oferecer o modelo de home office, a empresa iniciou um projeto de Diversidade e Inclusão, composto inicialmente por operadores das comunidades feminina, preta, parda e LGBTQIA+. “Sabemos que o mercado de trabalho ainda apresenta dificuldade quando o assunto é diversidade e inclusão de minorias”, sustenta

QUALIDADE EM TODOS OS ASPECTOS

   O executivo, entretanto, faz um importante destaque: “não adianta ser uma empresa com responsabilidade social se o atendimento ao cliente final é péssimo ou a tecnologia é limitada”, ou seja, é preciso pensar em todos os stakeholders – desde o colaborador até o consumidor final, passando, é claro, pelas empresas-clientes e pela sociedade como um todo. “Trabalhamos para que tudo esteja em harmonia”, confirma Galdino. 

   “Buscamos trazer, além da igualdade, a qualidade do atendimento, atendendo às expectativas do cliente”, diz. Para isso, a JobHome investe muito em capacitação, endomarketing e bonificações por resultados. “Pessoas se relacionam com pessoas e marcas/empresas são atalhos para existir essa conexão, então, nossos colaboradores são nossas vozes e valores expressados em cada atendimento, por mais complexo que seja”, finaliza.  

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]