Pesquisar
Close this search box.
CONSTRUIR O ENGAJAMENTO A PARTIR DO HOME OFFICE, UM OBJETIVO POSSÍVEL

CONSTRUIR O ENGAJAMENTO A PARTIR DO HOME OFFICE, UM OBJETIVO POSSÍVEL

Teleperformance inova aplicando uma tecnologia que combina módulos de treinamento, segurança e interatividade paraengajar o colaborador no home office

JÁ HÁ DOIS ANOS, INÚMERAS COMPANHIAS ao redor do mundo renderam-se às possibilidades e confrontaram os desafios do home office. A pandemia de Covid-19, que finalmente parece estar sob controle, acelerou um movimento global e organizado de migração para o trabalho remoto, particularmente nas empresas de serviço.

 

Em um país como o Brasil, onde apenas 8,2 milhões de pessoas da população economicamente ativa puderam migrar para o trabalho remoto (estudo realizado pelo IPEA, com base na PNAD do IBGE em julho de 2021), a adoção do home office enfrenta desafios adicionais: as limitações de acesso à internet para muitos colaboradores, instalações adequadas nas residências e assim por diante.

 

O quadro geral desse estudo mostrou que essa distribuição de trabalhadores remotos foi bastante desigual, com 4,7 milhões concentrados na região Sudeste, 74,6% possuíam nível superior completo e 63% estavam empregados no setor privado.

 

Esse retrato mostra o quanto a implementação de uma operação em home office representa um desafio formidável, que demanda grande capacidade de inovação por parte das companhias.

 

Nesse sentido, vale conhecer a experiência pioneira da Teleperformance, empresa global de Business Process Outsourcing, com foco na construção de estratégias de relacionamento omnicanal entre empresas e clientes. A empresa já detinha uma expertise natural na adoção de operações em home office, o que serviu de base para a criação de um modelo único e incrivelmente eficiente. A empresa adotou uma solução de Cloud Campus que agregou os pilares de controle (para gestão de pessoas com ferramentas de report), segurança, treinamento contínuo e engajamento a partir da casa dos colaboradores.

REFLEXOS NA EXPERIÊNCIA DO CLIENTE

Segundo Alfredo Morgado, Chief Transformation Officer da empresa, a Teleperformance criou um Command Center em Alphaville, na grande São Paulo, com tecnologia de ponta, que permite a captação e a transmissão de sessões de treinamento com câmeras abertas que capturam a sala inteira, lousa digital/TV Touch Screen, tornando a experiência muito próxima à de uma sala de treinamento presencial, no melhor estilo das universidades americanas. “Criamos também um estúdio profissional para criar conteúdos de engajamento – inclusive inspirados por digital influencers, e a cada semana temos conteúdos sobre segurança, TI, processos, qualidade, RH, administração e outros. Dentro do nosso modelo de gestão de pessoas, queremos sempre mostrar para o time que todos têm oportunidade de crescer, e que a TP pode ser muito mais que um emprego temporário: somos uma empresa global que, inclusive, possui equipes locais trabalhando para outros países”, comentou o executivo.

 

Os estudos de monitoramento realizados pela empresa registraram que os colaboradores se sentiram muito gratos, e que 65% deles querem continuar trabalhando remotamente de casa. Houve impactos positivos tanto no presenteísmo quanto na pontualidade. Uma fórmula simples: colaborador feliz, cliente feliz. As pessoas mais felizes em casa entregaram aumento de qualidade que se refletiu na experiência do cliente final. 

SATISFAÇÃO IMPACTA A PERFORMANCE POSITIVAMENTE

A experiência da Teleperformance com o Cloud Campus propiciou um ganho sensível em termos de performance e eficiência nas operações realizadas para os clientes, nos diferentes canais. A empresa, evidentemente, procura monitorar esses indicadores continuamente atrelados à satisfação do agenteAlfredo Morgado destaca que a multinacional francesa tem todos os controles, apresentados e estudados na forma de relatórios robustos: “Fazemos análise de qualidade das interações entre os agentes e os clientes, atrelados às pesquisas de satisfação dos consumidores, com ênfase no NPS.”

 

Da mesma forma, a Teleperformance procura garantir a integridade e a segurança da informação das operações baseadas em home office. Os sistemas são mais bloqueados, com monitoria constante para evitar invasões e múltiplos fatores de autenticação. O executivo entende que segurança é prevenção: “Usamos uma série de plataformas nas quais o agente só vê interface do sistema; quando ele acessa fica a marca d’água. Temos um sistema que procura desvios de padrão – a exemplo dos bancos. Fazemos treinamentos para que as pessoas saibam quais são os riscos, até mesmo porque informação é parte da segurança. Inclusive a Teleperformance, já globalmente aderente à GDPR (legislação europeia de proteção de dados pessoais), foi a primeira empresa brasileira, do seu mercado, a ter a aderência de sua estrutura e processos à LGPD auditados e certificados pelo Bureau Veritas.”

Alfredo Morgado,
Chief Transformation
Officer da Teleperformance

O HOME OFFICE É PARA SEMPRE?

O mundo ainda permanece repleto de elementos que geram instabilidade e volatilidade. É muito provável que diversos segmentos de mercado estejam propensos a adotar o modelo de home office de forma permanente ou, ainda, outros que irão optar por modelos híbridos. Nesse sentido, a tecnologia de Cloud Campus da Teleperformance se ajusta muito bem aos princípios e às demandas daquelas empresas que já nasceram fora do modelo tradicional de gestão e dinâmica, como, por exemplo, aquelas da nova economia.


Para Alfredo Morgado, é imprescindível que cada empresa seja entendida individualmente, por causa de seus legados: “todo cliente novo passa por uma fase de assessment em todos os sistemas e processos para identificar as possibilidades de segurança e a capacidade de aproveitar, ao máximo, os benefícios de nossa tecnologia”, conclui.



+ Notícias

Resolutividade também simboliza melhora na experiência

A experiência do momento requer conhecimento

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]