Pesquisar
Close this search box.
/
/
Pix supera cartões como método de pagamento mais usado no Brasil

Pix supera cartões como método de pagamento mais usado no Brasil

Pesquisa feita pela Bain & Company mostra que Pix é usado em 28% das transações e não é preferido apenas entre os mais jovens

Uma pesquisa obtida pela Bain & Company, feita pela plataforma NPS Prism, indica que o Pix já é o meio de pagamento mais utilizado no Brasil, ultrapassando o uso de cartões. Os participantes do levantamento foram questionados sobre como distribuem as transações entre os métodos de pagamento disponíveis no mercado. Com isso, foi constatado que o Pix é utilizado em 28% das operações, enquanto os cartões de crédito são usados em 19% e os de débito em 20% dos pagamentos.

A forma de pagamento caiu no gosto dos consumidores mais jovens, que influenciam muito nesse resultado. Mas, a pesquisa identificou que há uma boa receptividade em relação ao Pix em todas as idades. Os jovens entre 18 e 35 anos afirmaram optar pelo método em 29% das transações. Já os consumidores de com 51 anos ou mais, disseram usar o Pix em 23% dos pagamentos. No total, o estudo ouviu 16.852 pessoas.

“Quando examinamos as respostas, notamos uma mudança sensível no comportamento dos consumidores de serviços bancários. Ela foi acelerada pelos hábitos adquiridos durante a pandemia e atinge os mais amplos segmentos da população, não apenas os mais jovens”, analisa Silvio Marote, sócio sênior da Bain & Company.

Quem ainda não usa o Pix com frequência, ou nem ao menos cadastrou a chave, alega preocupações com a segurança da recém criada forma de pagamento. Esse medo foi verificado com mais frequência entre consumidores com mais de 35 anos. Agora, outro dado interessante, é que os participantes da pesquisa afirmam que não usam ainda mais o Pix porque precisam parcelar as compras. Esse é um argumento comum entre os mais jovens.

Silvio Marote acredita que com o lançamento do Pix Parcelado, pelo Banco Central, essa queixa dos consumidores deve ser resolvida e o método ganhar ainda mais a preferência da população.

Crescimento do Pix reduz número de saques em caixas eletrônicos

A rápida aderência ao Pix muda o comportamento do consumidor na forma dele se relacionar tanto com os varejistas, quanto com os bancos como um todo. A pesquisa da Bain chama a atenção para outro insight: com o avanço da forma de pagamento, está havendo uma redução no número de saques em caixas eletrônicos e agências bancárias. Neste resultado, a questão etária influencia bastante.

A queda é menor no grupo de pessoas com 51 anos ou mais, mas mesmo assim é visível: de 54% para 46%. Já entre os jovens de 18 a 35 anos, a redução de saques é mais ampla: dos 46% que ainda realizavam saques no último trimestre de 2020, apenas 30% mantinham esse hábito no terceiro trimestre de 2022.

O NPS Prism, utilizado para esta análise, é um serviço de benchmarking na nuvem com foco no conceito Net Promoter Score (NPS), criado por Frederick F. Reichheld, um dos sócios da Bain. O NPS é utilizado em todo o mundo como um dos principais instrumentos para avaliação de satisfação do cliente.

Utilização do Pix para pagamento de dívidas é discutida no governo

Esta semana, está sendo discutido pelo Ministério da Fazenda e pelo Banco Central a possibilidade de utilizar o Pix para o pagamento de dívidas. O governo acredita que o parcelamento de operações feitas no débito com a utilização do sistema instantâneo de pagamentos pode melhorar as condições de crédito no país.

Em pouco mais de dois anos, o Pix avançou muito em relação a maneira com que pode ser utilizado. Contas básicas, do dia a dia, como luz e gás já podem ser pagas com Pix. Também foi lançado o Pix Saque – que permite o saque em dinheiro em estabelecimentos comerciais – e o PixTroco – que também permite o saque, mas associado a uma compra ou à prestação de um serviço. Além disso, o Banco Central também estuda outras inovações, como a utilização do Pix em operações internacionais e pagamentos por aproximação.

Nesta quarta-feira, outra novidade merece destaque. Foi lançada a primeira ferramenta de arrecadação gratuita que usa somente o Pix como forma de pagamento. A plataforma, criada pela Benfeitoria, permite que as “vaquinhas” comuns na internet sejam feitas de forma mais segura e com mais transparência. As campanhas poderão ser criadas em menos de dois minutos e não serão cobradas taxas. A ferramenta foi batizada de ChaPix, em referência ao chapéu que tradicionalmente é passado para arrecadar doações.


+Notícias

O que as empresas podem fazer para evitar conflitos, com base no CDC?

Dívidas com bancos: saiba como ter seus direitos respeitados

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]