Pesquisar
Close this search box.
/
/
O fenômeno dos Clientes Visa pagando com a criptomoeda e seus desfechos para o mercado

O fenômeno dos Clientes Visa pagando com a criptomoeda e seus desfechos para o mercado

O que explica essa explosão de pagamentos com criptomoedas nos cartões Visa – e que certamente ocorre com outros meios?

A forma como pagamos nossas compras diz muito sobre a relação da sociedade com a tecnologia. Os mais jovens podem não conhecer, mas há pouco tempo era bastante comum preencher talões de cheque na fila do supermercado, por exemplo. Depois vieram os cartões, primeiro os com tarja magnética, depois os de chip, e agora já falamos do pagamento contactless, isto é, por aproximação. Agora, estamos presenciando o surgimento de um novo modelo de pagamento, que promete revolucionar a própria relação das pessoas com o dinheiro: as criptomoedas.

O relatório fiscal apresentado pela Visa, uma das principais bandeiras de cartões, apresenta indícios de que esse movimento já começou. Os clientes da empresa movimentaram US$ 2,5 bilhões em pagamentos com cartões conectados às criptomoedas apenas entre setembro e dezembro de 2021 (que corresponde ao primeiro trimestre fiscal da organização). Para se ter uma ideia, esse volume representa 70% de todas as transações com criptos registradas nos 12 meses anteriores. Ou seja, em apenas três meses, o índice já chegou perto de três quartos das transações registradas em um ano inteiro.

Era questão de tempo para que as criptomoedas conquistassem seu espaço como meio de pagamento em diferentes setores da economia. A única divergência entre os especialistas da área era quando isso iria acontecer – há quem defenda que é um movimento a longo prazo e outros que acreditam que já está em curso. Porém, é uma realidade que cedo ou tarde todos terão que incorporar. Afinal, ainda que os criptoativos sejam vistos como fontes de investimento devido à possibilidade de ganho financeiro em suas negociações, no fundo eles também são… moedas! E como tal possuem a funcionalidade de transacionar valores financeiros na troca por produtos e serviços.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

Rubens Neistein, Business Manager da CoinPayments.

Pagamentos com criptomoedas: como tudo aconteceu?

Mas o que explica essa explosão de pagamentos com criptomoedas nos cartões Visa – e que certamente ocorre com outros meios? Duas situações são fundamentais para isso.

O primeiro deles diz respeito à própria trajetória do segmento nos últimos anos. Se no início os criptoativos eram vistos com desconfiança e restritos a um nicho pequeno de fãs de tecnologia, hoje a situação é diferente. O surgimento de projetos sérios e com bons resultados fez o tema amadurecer, a ponto de o blockchain, que serve de base para a construção dessas moedas digitais, ser apontado como uma tecnologia disruptiva e essencial para diversas soluções.

Essa nova realidade leva ao segundo tópico: o maior incentivo pelo uso das criptomoedas. Agora, as próprias instituições financeiras estimulam seus clientes a adquirirem e utilizarem os criptoativos em suas diversas funcionalidades. Dessa forma, houve uma disseminação grande para que este conceito entrasse no dia a dia das pessoas. O próprio relatório Visa indica que 65 plataformas e corretoras digitais fizeram parceria com ela no último ano para emitir credenciais da bandeira. Além disso, mais de 100 milhões de vendedores que aceitam o cartão passaram a receber pagamentos em criptomoedas. Com uma campanha assim, o tema naturalmente ganha mais espaço e fica em evidência.

O futuro dos pagamentos é digital não apenas pelas ferramentas tecnológicas que os realizam, mas sobretudo pelo próprio formato do dinheiro. Não à toa, diversos países já planejam a versão digital de suas moedas – incluindo o Brasil. Evidentemente, ainda há um longo trabalho pela frente, uma vez que o número total de usuários de criptomoedas ainda é bem pequeno diante da população adulta global. É preciso criar meios que facilitem o acesso e, claro, estimulem seu uso. Entretanto, a revolução já começou estando as empresas e pessoas preparadas ou não.

*Por Rubens Neistein, Business Manager da CoinPayments.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente


+ Notícias

O que ainda podemos esperar das criptomoedas em 2022?

Turismo do futuro: quais são as cidades mais promissoras às criptomoedas?

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]