Pesquisar
Close this search box.
/
/
Os caminhos para uma automação eficiente

Os caminhos para uma automação eficiente

Ao aliar tecnologia às atividades do cotidiano, empresas ganham produtividade em diversas áreas

A automação de processos é uma das prioridades de muitas empresas que buscam ganhos de produtividade e eficiência. Hoje, é inviável administrar um negócio sem utilizar softwares de gestão e sistemas integrados. Afinal, é preciso manter um controle permanente sobre estoques, logística, volume de vendas e indicadores financeiros. Além disso, o relacionamento com o cliente também está atrelado a essa automatização, por meio da segmentação, dos canais de comunicação e do autoatendimento, por exemplo.

Em meio aos constantes avanços tecnológicos vivenciados nos últimos anos, a atuação empresarial vem se tornando cada vez mais dependente das inovações nesse campo. Hoje, os sistemas informatizados e a automação de processos já são realidade na rotina operacional de grande parte das empresas, dado o potencial de otimização que representam para o negócio.

Podemos dizer que automatizar significa retirar gargalos que impõem ineficiências à operação, travam valor e reforçam uma cultura avessa à inovação. Mas como colocar isso em prática de forma eficiente? Confira o passo a passo.

Etapa 1: Faça um mapeamento completo

A primeira etapa é mapear todos os processos internos, subprocessos ou interdependências. Isso torna mais fácil ter uma visão sistêmica de toda a operação. E, por meio de uma análise criteriosa, é possível identificar gargalos, atividades duplicadas ou que não agregam valor.

Certas situações ainda são bastante comuns, como a descentralização da informação, a necessidade de consultar diferentes fontes e os arquivos físicos dos documentos. Essas condições caracterizam a subutilização do capital humano, que deve ser melhor aproveitado dentro do universo corporativo.

Etapa 2: Identificar o escopo das etapas do processo

Os gestores de negócios devem observar todo o processo e coletar dados e informações. O processo observado e os dados coletados devem ser devidamente documentados. Também é essencial identificar todos os parâmetros que estão envolvidos no processo como o maquinário, fornecedores, etc. Também é vital para identificar e verificar as entradas e saídas envolvidas no processo. Isso pode ser feito por meio de um brainstorming eficaz, padrões da indústria, instruções de trabalho e experiência dos operadores e gerentes.

Etapa 3: Planejar e programar recursos

Identifique os sistemas que estão envolvidos no processo. É necessário que a mentalidade dos gerentes seja mudada de funcional para orientada a processos ao projetar o mapa de processos. E isso pode ser feito com foco nas funções e não nas tarefas. Com base nos sistemas e funções, o planejamento adequado das pessoas envolvidas, as tarefas realizadas e o tempo estimado precisa ser realizado.

Etapa 4: Selecione as técnicas de mapeamento

A próxima etapa é selecionar a técnica de mapeamento, como fluxograma de processo ou fluxograma de implementação. Em seguida, planejar as entrevistas do processo com indivíduos e com grupos focados. Também é aconselhável revisar qualquer mapa de processo documentado anteriormente para entender os esforços de mapeamento, organogramas e descrições de cargos anteriores.

Etapa 5: Estudos/Treinamentos/Entrevistas

Explique o propósito, objetivo e escopo das entrevistas, bem como os mapas de processo para os participantes, a fim de colher resultados eficazes. Durante a realização das entrevistas, é vital identificar e estabelecer as tarefas de entrada, papéis, tarefas de saída, decisões, tarefas executadas e vinculação a outros processos. Durante esta etapa, cada tarefa e decisão é identificada de forma única.

A automatização também exige treinamento. Desse modo, é possível garantir a utilização correta de todas as funcionalidades dos sistemas.

E, com a eliminação de uma série de tarefas pouco relevantes, a empresa pode explorar todo o potencial intelectual e criativo de seus profissionais, o que reforça a motivação e o engajamento.

Etapa 6: Processo no estado em que se encontra

É hora de mapear o processo real sem considerar o “processo deve ser” ideal ou de acordo com os “procedimentos operacionais padrões”. Alguns dos pontos que precisam ser considerados são as principais atividades do processo, decisões e fontes de aprovações de uma etapa antes de passar para a próxima, áreas onde ocorrem vários métodos, causas de gargalos, trabalhos extras, desperdícios e fatores que obstruem membros do processo de desempenho eficaz.

Liste cuidadosamente e combine todas as etapas do processo com suas respectivas funções. Atribua símbolos de fluxograma corretos e analise o mapa do processo para o fluxo adequado.

Etapa 7: Analisar, avaliar e aprovar

Revise as etapas do processo minuciosamente para identificar quaisquer redundâncias, atrasos, etapas desnecessárias, funções ambíguas, tempo de ciclo, lapso de atividade, fluxos de atividade repetidos, gargalos e loops de retrabalho. Em seguida, avalie o desempenho do processo.

Pode-se fazer uso de ferramentas para medir o mesmo usando gráficos de Pareto, diagrama de causa e efeito, gráficos de comportamento de processo e modelagem e simulação de processo. Por fim, conclua o plano de melhoria do processo e, após uma revisão final por todas as partes interessadas, assine-o.

Etapa 8: Monitoramento constante

Para alavancar a produtividade, não basta automatizar processos. É necessário avaliar quais os resultados e os impactos gerados. Logo, é preciso estabelecer um monitoramento constante, por meio de indicadores de desempenho e checklists específicos.

A automação é uma estratégia de aliar a tecnologia às atividades cotidianas e também pode ser adotada em diversas áreas de uma empresa, trazendo excelentes resultados em qualquer uma delas.


+ Notícias

O aumento dos investimentos em ferramentas de automação de marketing

A importância das plataformas para a transformação digital

Advanced Analytics: qual é a importância e como é utilizado no Brasil


Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]