Pesquisar
Close this search box.
/
/
O jeitinho brasileiro de trocar cheque no boteco está com os dias contados?

O jeitinho brasileiro de trocar cheque no boteco está com os dias contados?

Ideia dos bancos centrais é cortar os custos de impressão e trazer mais controle e segurança sobre as operações financeiras

Os saques no Brasil responderam por 3,2% do que foi transacionado em dinheiro no segundo semestre de 2021, segundo dados obtidos pelo Banco Central. Se compararmos com o movimento do Pix, o percentual foi de 5,9%. Estamos falando apenas de uma solução digital de transferências e pagamentos lançada em novembro de 2020.

Leia mais: Pix parcelado: como funciona e o que muda para o consumidor?

Quando analisamos o meio circulante, é possível notar que o dinheiro em espécie teve sua primeira queda desde a criação do Plano Real, idealizado em 1994. As cédulas encolheram cerca de R$31 bilhões na comparação de 2020 com 2021. A tendência é que essa queda se acentue cada vez mais, entretanto, não podemos desconsiderar as cédulas tão logo. É um processo que leva tempo, maturidade da sociedade e principalmente empresarial. A queda do meio circulante está atrelada a diversos fatores.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

Nos últimos dois anos, o varejo vivenciou uma transformação exponencial na área de pagamentos e, na maioria das vezes, as novas soluções acabaram substituindo o papel moeda. Podemos nos questionar: o dinheiro ainda tem uma função importante na era digital?

No meu entendimento, sim, mas com ressalvas. O real em espécie ainda possui um papel importante para a sociedade, especialmente, em segmentos sob perspectivas da geolocalização onde a tecnologia ainda não é realidade e empreendedores e varejistas estimulam pagamentos em dinheiro para driblar as taxas de compensações de crédito e débito, geralmente incômoda para pequenos pagamentos, aqui trago apenas um exemplo.

O Brasil possui dimensões continentais e quando olhamos para fora das grandes metrópoles, especialmente para o interior do país, o dinheiro ainda é muito pulsante. Para se ter ideia sobre o impacto do dinheiro físico, basta olharmos para os micropagamentos nas gigantescas filas das tradicionais casas lotéricas espalhadas em cada esquina onde o consumidor, por vezes, não se adequa às inovações das transações digitais.

Leia mais: Os impactos do consumo das classes C e D em 2021 no varejo brasileiro

Dito isto, o dinheiro em espécie continua com seu papel relevante para população das classes C, D e E. Esse é um cenário favorável para o Pix, que tende a crescer exponencialmente.

Você lembra que quando o Pix surgiu, em meados de 2020, tínhamos mais de 30 milhões de brasileiros desbancarizados? Hoje essa galera recebe e paga via Pix por conta do acesso via Caixa Econômica para recebimento de auxílios na época.

Nos últimos quatro anos o dinheiro encaminha-se para sua maior reinvenção global. A Europa caminha de forma mais eficaz nesse sentido, a moeda digital na Suécia é realidade e a meta por lá é emissão zero de francos suíços num futuro próximo.

O Brasil, os EUA e a China serão os próximos a adotarem essas mudanças. A ideia dos bancos centrais é cortar os custos de impressão e trazer mais controle e segurança sobre as operações financeiras. Essas inovações nos levam para um caminho sem volta, a digitalização. E um ponto importante, o lastro digital. Quanto o Brasil ganha com a transparência no rastreamento do dinheiro? Muito!

Para o varejista brasileiro, acostumado a colocar tudo na ponta do lápis para manter margem de lucro, existe uma equação semipronta que representa o custo monetário do dinheiro em espécie em torno de 0,3 a 0,5% do negócio. Já para os consumidores que possuem quatro saques mensais gratuitos nos caixas 24h, assegurados por lei, essa transformação chega como benefício de atratividade dentro do ecossistema financeiro. O “jeitinho brasileiro de trocar cheque no mercado ou no boteco” está com os dias contados.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

*Por Luiz Coimbra,  sócio e cofundador da Shipay, fintech de meios de pagamentos digitais.


+ Notícias

Como o brasileiro se comporta quando o tema é a educação financeira dos filhos? 

De olho no Pix: como a ferramenta vem transformando os negócios B2B 

 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]