Pesquisar
Close this search box.
/
/
Omnichannel revoluciona o varejo e se consolida no cenário pós-pandemia

Omnichannel revoluciona o varejo e se consolida no cenário pós-pandemia

Com a vacinação em massa e a reabertura das lojas físicas, a economia respira, mas exige novas estratégias para conquistar os consumidores

O Brasil teve uma queda no número de contaminados por Covid-19 e, desde então, vem flexibilizando as regras sanitárias e permitindo o funcionamento presencial do varejo, além da ocupação total de restaurantes e bares. Agora, com a retomada dos negócios e a imunização quase completa, o que deve mudar no atendimento físico e na experiência do cliente?

Para início de conversa, é muito importante estabelecermos um comparativo do comportamento do consumidor antes e depois da pandemia, já que muita coisa mudou com o início da quarentena e o fechamento das lojas físicas.

A migração forçada das empresas para o universo do digital, por exemplo, causou um grande impacto no relacionamento com o público-alvo e alterou a forma de fazer compras.

Para se ter uma ideia, somente no primeiro semestre de 2020 foram contabilizados 7,3 milhões de novos usuários adeptos ao comércio eletrônico, conforme um levantamento feito pela plataforma de opinião, Ebit/Nielsen. Ainda segundo esta pesquisa, o e-commerce atendeu 79,7 milhões de clientes em 2020, cerca de 30% a mais se comparado ao ano anterior.

Além do avanço no atendimento online, o consumidor também ficou mais exigente durante a pandemia, fazendo com que as marcas investissem em serviços rápidos, personalizados e humanizados.

A experiência do cliente, inclusive, passou a ser ainda mais valorizada após a disseminação da Covid-19, já que a digitalização dos negócios proporcionou o aumento da quantidade de ofertas disponíveis aos clientes e, consequentemente, abriu portas para a competição acirrada entre as pequenas, médias e grandes empresas.

Assim, além da qualidade dos produtos e serviços, foi necessário elaborar estratégias de marketing para promover um relacionamento amistoso durante a jornada de compra, alcançar a fidelização dos clientes e, mais do que isso, torná-los advogados da marca.

De acordo com um estudo da Dimensional Research, empresa do ramo de tecnologia, mais da metade dos consumidores costumam recomendar uma empresa para outras pessoas quando passam por uma experiência agradável durante a aquisição de uma mercadoria. O mesmo vale para os casos negativos, já que quase 60% dos consumidores não retornam a uma loja quando a experiência é ruim.

E agora, diante do cenário pós-pandemia e da vacinação em massa, muitos empreendedores do varejo têm se dedicado ainda mais na elaboração de ações para melhorar o relacionamento com seus clientes e atraí-los aos pontos físicos novamente.

Conheça o Mundo do CX

Digital out of home promete trazer bons resultados

Segundo o cofundador e CEO da Martek, empresa referência no setor de marketing corporativo, Juliano Martins, existem muitas alternativas e ferramentas de ativação para alcançar este novo perfil de consumidor.

“Uma ótima indicação é o digital out of home, que faz uso de telas ou painéis de LED nos ambientes de tráfego, fluxo ou espera (como é o caso dos elevadores). A oportunidade é mesclar sinalização com conteúdo promocional ou comercial para que esse consumidor entenda que, mesmo no ponto de venda físico, é possível ter a mesma linguagem utilizada com o público da internet, que também tem a publicidade sendo apresentada de forma dinâmica”, inicia o CEO da Martek.

Wi-Fi garante atendimento personalizado e atrai o público-alvo

Além disso, Juliano Martins aponta o uso do Wi-Fi como estratégia para melhorar a experiência do cliente e unificar o atendimento presencial e digital: “quando o cliente se conecta através do Wi-Fi, passa a dividir alguns dados com a empresa. Esta, por sua vez, faz uso destas informações, – sempre considerando as diretrizes da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), – para entregar conteúdo personalizado e ter acesso a dados estratégicos, como frequência de visitas, tempo de permanência, e dia e horário de maior movimento. Assim, é possível criar uma base de dados a partir do perfil do cliente e, consequentemente, melhorar as próximas estratégias de conversão”, salienta o empresário.

Omnichannel revoluciona o varejo e se consolida no cenário pós-pandemia

A promoção mobile também é vista como uma excelente ferramenta para suprir os novos hábitos de consumo no mundo pós-Covid 19. “Hoje em dia, as lojas físicas que imprimem cupons fiscais o fazem com QR Code. Assim, através de aplicações simples de mobile, a marca consegue entender o comportamento do cliente, identifica os produtos que foram adquiridos e passa a entregar promoções específicas, seja pelo Wi-Fi, por e-mail marketing ou por mobile”, esclarece o cofundador da empresa de marketing.

Além do QR Code, há ainda o Pix, que pode ser adotado nos pontos físicos como forma de reduzir os gastos operacionais, diminuir o contato físico entre atendente e cliente e facilitar as transações monetárias. “Há muitas outras mudanças possíveis de serem adotadas nas lojas físicas, já que há mais investimentos para aproveitar o maior fluxo dos empreendimentos, seja em questão de visibilidade e reconhecimento de marca, seja com relação às próprias experiências do público”, argumenta o fundador da Mais Mu, empresa do ramo alimentício, Antonio Neto.

Nesse sentido, as estratégias omnichannel, como a Phygital, surgem como excelentes ferramentas para garantir mais autonomia aos clientes, já que integram os meios digitais e físicos e fornecem experiências sensoriais únicas para os consumidores.


+ Notícias

Conheça a receita de sucesso da Makeda

Consumo das classes C e D cresceu 8% em julho

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]