Pesquisar
Close this search box.
/
/
Música em qualquer hora e em qualquer lugar

Música em qualquer hora e em qualquer lugar

Daniel Ek, fundador do Spotify, fala sobre sua visão de como vamos escutar música

Cannes, França – “Uma fábrica de cultura. É sobre isso que estamos falando quando o assunto é o Spotify.” Daniel Ek, fundador e CEO da plataforma de streaming de música mais famosa do mundo, participou de um pinga-fogo com Mark Reid, CEO Global da Wunderman, e revelou sua visão do negócio da música e do entretenimento no Cannes Lions. Não há dúvidas quanto ao fato da influência poderosa exercida pelo app na indústria da música atualmente.

A música ficou mais democrática, mais acessível para quem ouve e para quem cria. “Temos dois milhões de artistas performando no Spotify. Em um mundo onde havia produção física, era muito caro produzir um álbum. Hoje temos milhares de faixas distribuídas no Spotify todos os dias.”

O CEO da plataforma destacou que as mudanças no mercado de música e entretenimento são visíveis. Há artistas mais inteligentes, que São multicanais e têm suas próprias redes sociais. Uma marca de alcance global, que em dado momento, no palco informal do Innovation (veja fotos) revelou uma fragilidade:
“Não está disponível na Romênia!”, disse um espectador. E Daniel Ek se comprometeu a levar a operação para lá também…

Mark Reid, da Wunderman, então questionou Daniel sobre como a plataforma está aberta para novos artistas. A resposta foi significativa: “temos 8 mil artistas que podem ser descobertos na plataforma, com quem as pessoas podem se engajar.”

E casos como o da cantora Taylor Swift que está fora da plataforma? Por que isso acontece? Daniel explicou que a questão sobre que envolve a indústria da música é que 40% da oferta vendida ainda acontece por meio físico. Ou seja, apesar do streaming ser o futuro inescapável, ainda há uma parcela significativa de venda de música em meios físicos.

Mas os números das vendas físicas caem ano após ano, como mostram as estatísticas. Logo, esse cenário não é sustentável e será inevitável que a maior parte dos artistas e músicos esteja nas plataformas de streaming. Durante 70 anos, os artistas receberam com base no modelo físico, mas no streaming o modelo de remuneração é completamente diferente. As métricas mudaram – são diversas, incluindo procura, acessos, desistências, playlists, distribuição regional, preferências, entre outras – e causam reações.

Mark Reid disse que o Spotify registra o mesmo fenômeno verificado com  no You Tube e na Amazon, novos artistas usaram essas ferramentas para publicar vídeos ou livros e agora, música. Daniel destacou que “há uma série de ferramentas que permite aos artistas divulgarem seu trabalho. Nós estamos querendo aprimorar a experiência de ouvir e ajudar artistas e a audiência a se aproximarem. Temos editores de música que se dedicam a ouvir música ao redor do mundo, para fazer a curadoria.”

Nada mal para uma empresa com apenas 10 anos e que já registra índices de fidelidade espantosos. O cliente médio do Spotify escuta música por cerca de duas horas a cada dia. Dessa forma, a plataforma entra de modo complementar à dualidade “vídeo, vídeo, vídeo – data, data, data” que domina a cena digital. “A coisa mais poderosa para mim, é que temos um supercomputador que anda no bolso. E que faz você ouvir música a qualquer hora e complementar a sua experiência e atividade no Facebook e em outras redes sociais.”

Uma parcela significativa dos clientes do Spotify não assina o serviço pago. É isso permite então que sejam impactados pela publicidade. O CEO do app destacou as diversas formas de atividade publicitária que a plataforma oferece. É possível impulsionar ações locais e oferecer inúmeras possibilidades na plataforma que permitem atingir às pessoas criativamente com resultados até 5 vezes superiores àqueles registrados pela publicidade normal.

“Os dados que geramos são espetaculares. É simples para nós saber qual música combina com qual propaganda.”, lembra Daniel. Sobre ele diz que hoje sua grande motivação é ver os contextos que se ligam à música que ouvimos e existirem artistas associados a esse contexto. “Por que nós sabemos quem são os fãs e onde eles estão, podemos realmente ajudar os artistas a estabelecerem relacionamentos mais efetivos com eles.”, complementou.

E o futuro sob uma perspectiva financeira: IPO, investimentos? O CEO do Spotify ressaltou a visão da empresa: “queremos mudar a maneira pela qual as pessoas ouvem música e se engajam com ela. O consumo de música mudou completamente. E são momentos diferentes que hoje estão disponíveis para consumo de música. Há sempre uma trilha sonora para cada pessoa. Ou seja, trazemos mais musicas para mais momentos da vida das pessoas.”

*Jacques Meir é Diretor de Conhecimento e Plataformas de Conteúdo do Grupo Padrão.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]