Pesquisar
Close this search box.
/
/
Empreendedorismo e sustentabilidade no setor de alimentos

Empreendedorismo e sustentabilidade no setor de alimentos

Não apenas a procedência do alimento é importante: o destino correto de tudo que sobra e do que é utilizado, também

Em um momento em que vemos uma baixa no movimento do mercado nacional e desarranjos político e econômico, o empreendedorismo tem sido uma das soluções para aqueles que vêm sofrendo diante desse cenário. Muitas empresas estão fechando ou entrando em acordo judicial, aumentando o índice de desemprego.

Porém, o otimismo e a criatividade inerente ao povo deste nosso país faz com que as pessoas busquem soluções para a sobrevivência, como já aconteceram muitas outras vezes.

Com o advento da internet, das mídias sociais e das novas programações da televisão, algumas outras profissões e negócios acabaram se “glamourizando” ou se “gourmetizando” como se diz na linguagem das mídias sociais.

Profissões e negócios, antes cotidianas, iniciaram uma empreitada de destaque e de grande audiência, mostrando o dia a dia de personagens comuns e um pouco caricatos. Essa mudança é muito boa para que as pessoas entendam que é mais importante o prazer do trabalho e do estilo de vida do que ganhar muito dinheiro fazendo aquilo que não gosta somente por posses ou consumo exacerbado.

É neste movimento que a profissão de chef de cozinha ou líder de um restaurante vem sendo mostrada nas suas mais diversas facetas, desde filmagens do dia a dia de um confeiteiro famoso e os seus conflitos familiares até um concurso de quem faz os melhores pratos. Mais do que encorajar pequenos e médios empreendedores que sempre sonharam em trabalhar com umas das profissões que muitas vezes é somente o hobby do fim de semana com os amigos, fez com que novos nichos de mercados fossem abertos, como alguns restaurantes que só recebem no máximo 20 pessoas com reserva prévia de uma semana.

Isso mesmo. Novos restaurantes, novo mercado, consumidores que querem experimentar algo diferente num segmento que, mesmo em crise, é necessário, pois “todos precisam se alimentar” (quem já não ouviu esta frase?).

Porém, nem tudo é tão simples assim. É necessário planejamento, pesquisa de mercado, levantamento de um bom ponto comercial, capital inicial, capital de giro, precificação de cada prato, busca de mão de obra especializada ou treinamento da já existente, investimento em cardápios diferenciados a cada estação, investimento em equipamentos, fornecedores, enfim, tudo isso e muito mais que qualquer negócio precisa ser submetido.

Mas além de tudo isso, ainda é possível que o empreendedor siga todos esses passos de gestão e ainda coloque pitadas e temperos de sustentabilidade? A resposta é sim.

Na última edição do Ciclo de Seminários de Sustentabilidade para PMEs, realizado em Curitiba, em setembro de 2015, pela iSetor e pelo Instituto Envolverde, com a parceria da IBM, a empreendedora Anna Vargas de Faria apresentou a Farnel Gastronomia Paranaense, um restaurante que fica na capital do estado e se diferencia no mercado pelo cardápio com receitas tipicamente regionais.

Além de ter um espaço com um ar de “casa da avó” (pois a maioria da decoração é exatamente isso, com equipamentos de cozinha e utensílios que passaram de geração em geração, ou seja, a preservação cultural familiar), a Farnel valoriza a preservação ambiental do espaço, faz compostagem com as sobras dos alimentos, valoriza a cadeia local com fornecedores de cerveja, vinho, produtos de limpeza e farinha.

Algumas negociações com fornecedores e provedores de serviços são feitas em conjunto com restaurantes vizinhos, barateando os preços, garantindo ainda mais a qualidade, o prazo de entrega e a procedência. E ainda está no planejamento muitas outras ações como horta orgânica, trabalhar com catadores de resíduos recicláveis, entre outros.

No banco de dados do Centro Sebrae de Sustentabilidade, na internet, existe o caso da Tedesco Lanchonete e Restaurante, que fica na cidade de Santo Antônio de Jesus (BA), há 184 km da capital baiana. Neste estabelecimento, além da forte prática de segurança alimentar, o óleo residual da cozinha é coletado de forma responsável, assim como as latas de alumínio e o papelão. Os resíduos orgânicos são doados para proprietários rurais para serem utilizados como alimentação para animais. A água passa por um tratamento no qual a gordura é filtrada antes do descarte no sistema de esgoto e esta gordura é destinada corretamente.

Pois é, não é somente o conteúdo do alimento que tem que ser sustentável, saudável, orgânico, de boa procedência, mas também todo o processo de preparo, de gestão do negócio, sem obviamente esquecer da parte financeira. Vamos por a mão na massa para termos restaurantes mais sustentáveis?

 

***

Marcus Nakagawa é professor da ESPM; idealizador e presidente do conselho deliberativo da Abraps (Associação Brasileira dos Profissionais de Sustentabilidade) e palestrante sobre sustentabilidade, empreendedorismo e estilo de vida.

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 284

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos na era da Inteligência Artificial, dos dados e de um consumidor mais exigente, consciente e impaciente. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo: das decisões, estratégias e inovações.
O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia. Ele quer respeito absoluto pela sua identidade, quer ser ouvido e ter voz.
Acompanhar cada passo dessa evolução é um compromisso da Consumidor Moderno, agora um ecossistema de Customer Experience (CX), com o mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor, inteligência relacional, tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a experiência de modo eficaz, conectando executivos e lideranças.

CAPA:
YUCA | Estúdio Criativo

ILUSTRAÇÃO:
Midjorney


Publisher
Roberto Meir

Diretor-Executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-Executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-Comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Elisabete Almeida
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

Fabiana Hanna
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head de Conteúdo e Comunicação
Verena Carneiro
[email protected]

Head de Conteúdo
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-Assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Danielle Ruas 
Jéssica Chalegra
Julia Fregonese
Marcelo Brandão

Designer
Melissa D’Amelio
YUCA | Estúdio Criativo

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Líder de Marketing Integrado 
Suemary Fernandes 
[email protected]

Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com autorização da Editora ou com citação da fonte.
Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright,
sendo vedada a reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados
e informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]