Pesquisar
Close this search box.
/
/
O desafio de oferecer a experiência ideal para todos os stakeholders

O desafio de oferecer a experiência ideal para todos os stakeholders

Encantar o cliente é indispensável, mas não basta. Entenda como as empresas buscam conquistar diferentes públicos

Gerar valor para o cliente é um objetivo que precisa estar presente no dia a dia de todas as empresas que valorizam a própria trajetória. Mas será que isso basta? Em painel no CONAREC 2022, executivos de grandes empresas debateram a importância de gerar experiências memoráveis para todos os stakeholders – desde o acionista até a sociedade.

Acompanhe a cobertura completa do Conarec 2022

Indo além da percepção racional e da recompensa clara disponível em uma oportunidade de consumo, Pedro Melo, diretor-geral do IBGC, questiona: “Que tipo de emoções a sua marca gera no público?”. Felipe Rizzo, CEO da WeWork, afirma que a sensação de pertencimento é a principal emoção proporcionada pela empresa. “Conversando com os arquitetos, sempre buscamos projetos que gerem impacto desde a primeira visita, permitindo que o time se sinta acolhido pela comunidade”, diz.

No Rappi, uma empresa que declara ser extremamente empreendedora, o objetivo é poder afirmar “que entregamos a experiência que prometemos”, conta Tijana Jankovic, CEO da Rappi Brasil. “Se o cliente disser pelo menos uma vez no ano que a Rappi salvou a vida deles, nós estamos fazendo o nosso trabalho”, complementa. “Os usuários do marketplace são apenas ⅓ do público que usa nossa tecnologia: os entregadores parceiros são tão importantes quanto”.

Na Localiza, como afirma o CEO Bruno Lasansky, a busca é por surpreender e por gerar oportunidades de se realizar. Já na Pepsico Brasil, segundo o presidente Alexandre Carreteiro, o foco é gerar diversidade e inclusão. “Queremos ser uma empresa mais justa para ter uma sociedade mais justa”, sustenta.

Conheça o Mundo do CX

O valor gerado pelo ESG

Olhar para sustentabilidade, para o social e para questões de governança é uma estratégia essencial para gerar valor para todos os stakeholders – mas é algo que nem sempre é percebido pelo cliente, na ponta. Então, como combinar ESG com experiência?

“ESG era interpretado como algo regulatório/social e, hoje em dia, é uma questão de negócio”, afirma Tijana. “É importante entender na empresa o que ela tem no DNA; há assuntos que serão mais efetivos dependendo do que a empresa ou marca apresenta dentro do seu core”.

Lasansky, da Localiza, pontua que, como líder, a empresa tem uma responsabilidade muito grande. “Temos a transformação social no nosso DNA, além do foco em mobilidade sustentável”, diz. “Nascemos com seis carros 100% financiados em BH, estamos chegando a 100 mil, como uma das melhores e maiores plataformas do mundo. O que nos move é a realização que tem na mobilidade”.

Experiência alinhada ao core

A PepsiCo, a partir das mais diversas marcas – de Toddynho a Lays –, reconhece a necessidade de estar onde o cliente está. Para isso, deenvolve estratégias que incluem gôndolas, locais próximos dos checkouts nas lojas e, é claro, no digital. “O e-commerce cresceu muito, pois essa experiência permite a comodidade e velocidade da entrega”, afirma o Presidente da emprsa. “É interessante também ter campanhas personalizadas, com linguagem personalizada”.

No Rappi segundo a CEO, o desafio é ser sinônimo de conveniência e rapidez. “Nós temos o desafio de ter tudo dentro do nosso aplicativo”, diz. “Nós nos comprometemos a entregar tudo que os usuários precisam na última milha – e vai desde uma batatinha até um carro Localiza”, comenta, fazendo referência às empresas presentes no painel. “Cada vez, mais os usuários pedem mais coisas e ficam mais exigentes. O patamar de uma experiência boa era uma experiência sem fricção. E agora no online, passou a ser mais: é preciso entregar magia para as pessoas. O cliente quer ser surpreendido toda vez que entra em contato com a marca”, conclui.


+ Notícias

Afinal, a tecnologia pode ser um caminho para a humanização?

Do Brasil para o mundo: o que podemos ensinar para outros países?

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]