Pesquisar
Close this search box.
/
/
O que faz um consumidor pagar mais pelo produto ou serviço?

O que faz um consumidor pagar mais pelo produto ou serviço?

De acordo com a pesquisa da 121 Labs, 43% dos entrevistados estão dispostos a pagar até 10% a mais caso a experiência do cliente seja positiva.

Provavelmente você já deve ter acessado algum portal de e-commerce, por exemplo, e reparado uma série de indicações de produtos que correspondem às suas necessidades ou desejos de consumo, não é mesmo? Ou então já entrou em uma loja física e recebeu um atendimento personalizado e cordial que superou suas expectativas e fez com que você voltasse lá outras vezes, certo?

A cada dia mais vital experiência do cliente é a expressão do dia no mundo dos negócios e tem promovido diversas mudanças nas estratégias de atendimento, principalmente com a consolidação do novo perfil de consumidor: exigente, digital e impaciente.

43% dos consumidores preferem pagar até 10% a mais em busca de boas experiências, segundo estudo

Uma pesquisa realizada pela 121 Labs, por meio da plataforma Hazo.app, entrevistou 1,1 mil consumidores em todo o país em busca de opiniões referentes aos impactos da experiência do cliente no consumo e na fidelização do público-alvo. Com uma margem de erro de 3,5% para mais ou para menos e um intervalo de confiança de 95%, o relatório demonstrou que 43% dos entrevistados estão dispostos a pagar até 10% a mais no valor do produto/serviço caso suas impressões com a marca sejam positivas. Para além, 28% devem pagar mais de 20% em troca de experiências positivas, o que, na prática, representa um total de 71% dispostos a desembolsar uma quantia a mais do que a prevista no valor médio dos produtos.

Quase 50% dos clientes interrompem relacionamento com marca conhecida após experiências negativas

Ainda de acordo com o estudo, 26% dos entrevistados disseram que poderiam deixar de comprar de uma empresa que possui o hábito de visitar caso tivessem uma experiência negativa, ao passo que 47% alegaram que a interrupção do relacionamento com a marca se daria após duas ou mais experiências ruins.

De acordo com o CEO da 121 Labs e criador da plataforma de pesquisas de mercado Hazo Rewards, Renato Mayer, há uma série de razões que afetam negativamente a fidelização e o engajamento de um negócio: “falta de educação, desrespeito, falta de confiança e descuido com a privacidade dos dados do cliente, bem como demora em filas, são fatores decisivos para 62% dos entrevistados deixarem de interagir com uma empresa ou serviço”, explica.

Conheça o Mundo do CX

Lentidão no atendimento, falta de humanização e atendimentos genéricos afetam experiência do cliente

A falta de humanização e de personalização também surgem como fatores decisivos no afastamento do cliente, conforme indica um outro estudo, desta vez realizado pela Sercom em parceria com o Instituto Qualibest, mostrando que 41% das pessoas não gostam do atendimento telefônico automatizado e que 35% dão preferência por conversas com os próprios atendentes nos canais digitais, em detrimento dos chatbots.

Em contrapartida, pode-se apontar uma série de estratégias válidas utilizadas para melhorar a experiência do cliente e converter o público-alvo em “advogado” da marca, como a adesão ao phygital e a omnicanalidade, onde a conexão entre as lojas físicas e virtuais se dá por meio de ferramentas que fornecem experiências sensoriais diferenciadas, como a visualização de ofertas via QR Code em restaurantes ou a disponibilização de Wi-Fi nos pontos de venda para a livre circulação pelo site e pelas redes sociais da empresa.

Além da integração entre lojas físicas e virtuais, cuidados básicos com logística e estratégias de marketing geram boas impressões no público

Os cuidados básicos com o negócio também facilitam a relação harmoniosa entre marca e cliente, como a descrição e precificação corretas dos produtos nas prateleiras e nos sites, a disponibilização de descontos reais em datas comemorativas e promoção de atrativos que tornem o negócio mais vantajoso que seus concorrentes, como a entrega grátis acima de um valor específico e o planejamento logístico que evite atrasos nos casos de compras online.

E por falar no consumo virtual, o CEO da 121 Labs explica que as experiências positivas estão majoritariamente concentradas neste formato de vendas, o que pode estar relacionado à facilidade de consumo, principalmente após a pandemia, que desencadeou um aumento considerável dos negócios online.

Assine nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

Ambiente virtual é recordista em promover boas experiências ao consumidor final

“A satisfação mais positiva está concentrada em experiências digitais como Canais de Streaming, Bancos Digitais e Lojas Online desbancando outros setores tradicionais. As compras pela internet ainda são preferência de 55% do público”, inicia o criador da Hazo Rewards, que complementa dizendo que, dentre os setores identificados com alto índice de satisfação, somente um é presencial, a saber: Canais de Streaming (92%), Lojas online (91%), Bancos Digitais (89%) e Cinema (88%).

Portanto, como pode-se observar, há muito tempo o atendimento ao cliente não pode mais ser resumido em “qualidade do produto/serviço”, cabendo às marcas o investimento em estratégias que atraiam os leads e os convertam em clientes fidelizados.


+ Notícias

Comportamento e consumo: viajantes querem imóveis de temporada

Da fila do banco para o smartphone na mão: como novas soluções financeiras têm proporcionado experiências atrativas ao usuário

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]