Pesquisar
Close this search box.
/
/
Cinco dicas para tornar seu atendimento realmente multicanal

Cinco dicas para tornar seu atendimento realmente multicanal

Recomendações ajudam a implementar conceito omnichannel à cultura organizacional das empresas de maneira saudável

A integração total do online com o off-line é uma realidade e, por isso, as empresas precisam adaptar suas estratégias para qualificar as experiências de seus clientes em “multi-channel” ? loja, web, tablet, mobile, central de vendas, etc. ? e “cross-channel” ? quando um canal dá apoio ou promove o outro. A proposta é que o consumidor possa olhar o produto em um canal, ter contato com a marca por outro e concluir a compra por um terceiro canal.
A gestão da experiência dos consumidores nestes múltiplos canais com as marcas tornou-se um grande desafio para as empresas. Confira algumas dicas que Eduardo Prange, Chief Business Officer da Seekr, empresa provedora de Soluções em Multicanalidade, dá para tornar real a conhecida gestão omnichannel.
 

1. Compreenda o grau de engajamento do seu consumidor

Para garantir uma experiência única na multicanalidade é preciso compreender o grau de engajamento do consumidor. Antes mesmo de adotar uma estratégia, entenda que existem diversos perfis de consumidores omnichannel, e que, estes, se diferenciam pelos interesses e pelo uso das tecnologias durante as compras. Um estudo do Instituto for Business Value (IBV) da IBM analisou quatro anos de dados e mais de 110 mil consumidores em 19 países, e concluiu que:
 
43% dizem preferir fazer compras online, mas apenas 29% o fizeram da última vez que efetuaram uma compra.
42% reconhecem benefícios em partilhar a sua localização via GPS com as marcas, mas apenas 28% estão dispostos a fazê-lo.
54% encontram vantagens em partilhar o contacto de telemóvel para receber SMS, mas apenas 42% pretendem fazê-lo.
 

2.  Planejamento

Muitas empresas sofrem de uma miopia a respeito da importância do conceito omnichannel e atuam de ?forma caseira? na multicanalidade. Antes de adotar novos canais, invista no planejamento estratégico e operacional para identificar suas forças e fraquezas, e obter insights. Dedique tempo para decidir se o seu posicionamento será passivo, proativo ou reativo nos diferentes canais e qual a estrutura e tom de voz necessário para as tratativas das diferentes demandas.
 

3.  Sincronize as operações em plataformas orientadas para multicanalidade

Reduza custos, ganhe agilidade e simplifique a gestão de operações de monitoramento, vendas e atendimento por meio de soluções orientadas para multicanalidade, plataformas que têm a capacidade de integrar diferentes canais e ferramentas em uma única interface.
 
 
 
4.  Invista na qualificação do profissional de atendimento online e off-line

O profissional de atendimento é a linha de frente na multicanalidade. Por isso, é essencial investir na qualificação das equipes de atendimento online e off-line.  Segundo  estudo da IBM e da Econsultancy, que entrevistou 276 marcas do varejo mundial e 1.135 consumidores, apenas 34% das marcas acreditam oferecer boas experiências de consumo na interligação entre o online e o off-line. Quando questionados sobre os serviços prestados por entidades bancárias e operadoras de telecomunicações, 49% dos consumidores disseram ter mudado de prestador de serviços nos últimos 12 meses: destes, 30% mudaram devido a falhas por parte do fornecedor, e 51% referiram a má experiência de cliente como razão principal.
 

5.  Gere confiança sendo ágil no feedback

O consumidor sabe que tem voz. E, por isso, quer ter certeza de que está sendo ouvido. As empresas que processam essas informações para oferecer experiências positivas por meio de feedback ágeis conseguem gerar mais confiança no consumidor, o que pode trazer benefícios incomparáveis:  72% dos dizem não se importar de partilhar os seus dados geográficos com uma marca em que confiem, e 61% estão dispostos a fornecer informações pessoais detalhadas à sua marca de confiança. Se falarmos de empresas em que a confiança não seja absoluta, estes valores caem para 38% e 37%, respectivamente.

 

LEIA MAIS:

Consumidor quer cada vez mais atendimento via chat

Atendimento ao cliente no Brasil: tendências e conclusões

Marcas poderão contatar clientes via WhatsApp

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]