Pesquisar
Close this search box.
/
/
Brand trust: o papel da confiança e da experiência para o fortalecimento de marca

Brand trust: o papel da confiança e da experiência para o fortalecimento de marca

Confiar na empresa é um dos principais pontos considerados na tomada de decisão de compra, indica estudo

Confiança é um dos sentimentos mais valiosos nas relações interpessoais, mas vem sendo quesito importante também nos hábitos de consumo dos brasileiros. De acordo com o relatório In Brand We Trust, da Eldeman Brasil, a confiança de marca (ou brand trust) é uma das principais considerações na hora da compra.

De acordo com a pesquisa, quando o consumidor confia na marca, as chances de ele comprar pela primeira vez, construir preferência pela marca e passar a defendê-la e apoiá-la são grandes. Isso cria uma popularidade ao redor da empresa e impulsiona a percepção pública da marca.

Deu para entender o quão poderoso é o brand trust, certo? Saiba mais sobre!

O que é brand trust

Brand trust nada mais é do que a confiança na marca. É a credibilidade que a empresa constrói com seus clientes e consumidores, que os levam a consumir mais, divulgarem os serviços e produtos e defender a marca para outras pessoas.

Ou seja, está intimamente relacionada com a imagem que o público tem de uma empresa, que define sua relação com ela e propensão de compra ou uso dos serviços. Quando bem construído, o brand trust pode trazer inúmeros resultados, já que impulsiona a vendas e promove uma publicidade orgânica.

Na realidade, segundo o relatório da Edelman, os consumidores atuais (e as próximas gerações) estão prestando atenção muito mais no que a marca faz do que nas propagandas em si. Isso porque, segundo dos dados, 3 em cada 4 pessoas agora evitam publicidade. Em outras palavras, a imagem que a empresa passa para seus consumidores passa a valer muito mais do que a comunicação em si. E quando essa imagem é positiva, cria-se uma imagem de confiança – os resultados aparecem.

Por isso, para pensar em brand trust, é preciso levar em consideração os valores da marca, seu posicionamento na sociedade e, claro, se promete o que cumpre. Esses são pilares da confiança em qualquer relação e, por isso, podem ser aplicados também entre marca e cliente.

A experiência do cliente no brand trust

Além de destacar os valores e princípios e cumprir com o serviço que se dispõe a fazer, a experiência do cliente também tem grande poder na confiança de marca dos consumidores.

Oferecer uma boa experiência é um dos pilares do branding, no geral, e tem potencial de fidelizar clientes e melhorar a imagem da empresa. Isso não é diferente quando se fala em confiança, já que quando o cliente é bem atendido, passa a confiar na qualidade daquela marca.

Exatamente por isso, construir o brand trust de uma marca depende desse bom relacionamento com o cliente. Mais do que mostrar o que a empresa tem de positivo, é preciso que o consumidor perceba isso quando entrar o contato com os canais disponíveis.

Portanto, ações valem muito mais do que palavras quando o assunto é confiança. Investir em melhorias na experiência do cliente se mostra essencial para isso.

Como melhorar o brand trust da marca

Pensar em estratégias para melhorar a confiança dos consumidores com a marca depende de ações de comunicação, mas também de organização interna.

Entre os elementos divulgados no relatório da Eldeman, é possível notar alguns que se mostram importantes nessa construção do brand trust.

1. Seja autêntico e transparente

Empresas que mostram sua autenticidade aos consumidores conquistam mais confiança. Isso porque mudanças de paradigma, tanto na sociedade quanto nos hábitos de consumo, exigem ações diferentes das empresas. Os consumidores pedem por isso, mesmo que indiretamente.

Além disso, ser transparente sobre as ações é essencial para conquistar a confiança e vêm sendo outro tópico de valor na tomada da decisão de compra.

2. Foque na experiência do consumidor

Más experiências deixam qualquer pessoa desconfiada. Por isso, focar na melhoria da experiência do cliente se mostra fundamental em qualquer estratégia de brand trust.

Avaliar feedbacks, levar inovações e pensar em como facilitar a vida do consumidor são formas de tornar a experiência mais positiva a curto e longo prazo.

3. Construa um bom relacionamento com os clientes

Depois de atrair o cliente, é preciso construir um relacionamento com ele, de maneira a conquistá-lo e ganhar a sua preferência.

Bons relacionamentos entre marca e consumidor são capazes de gerar propaganda orgânica e conquistar defensores da marca, que indicam a loja ou empresa para seus conhecidos e até nas redes sociais.

4. Tenha presença digital

Falando em redes sociais, ter presença digital é uma das melhores maneiras de conquistar a confiança dos clientes, pois é uma forma de comunicar ações, mostrar soluções e fomentar o relacionamento com o consumidor.

É preciso considerar que a maior parte das pessoas passa horas consumindo conteúdo em redes sociais e na Internet. Não estar presente nesses ambientes dificulta a visibilidade da marca e, consequentemente, o brand trust ao redor dela.

5. Use prova social

Uma vez que a empresa é vista, é preciso convencer o consumidor de que vale a pena dar um voto de confiança para aquela marca. Uma das formas de fazer isso é mostrar a ele o que outros clientes acham da empresa, o que comentam, como tiveram seus problemas solucionados, entre outros depoimentos.

As pessoas, no geral, levam muito em consideração o que outros consumidores estão falando sobre uma empresa, pois os comentários são feitos de forma natural. Use os elogios a favor da marca.

Construir essa confiança entre o cliente e a marca exige estratégia e transparência, mas quando o brand trust da empresa se fortalece, os resultados são claros, tanto no número de vendas, por exemplo, quanto na divulgação da marca.


+ Notícias 

Visa muda estratégia de concierge digital e vê aumento nos atendimentos 

A jornada do cliente vai muito além da satisfação 

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]