Pesquisar
Close this search box.
/
/
O bot de voz e o desafio de aprender sobre tudo

O bot de voz e o desafio de aprender sobre tudo

É possível inserir robôs em todo tipo de atendimento. Alguns deles inclusive falam sobre caminhões, apartamentos e dados móveis. Conheça

Com a evolução dos canais de atendimento, o contato com o agente humano está se tornando, cada vez mais, uma opção em situações de maior complexidade ou urgência. Em paralelo, cresce o uso de recursos digitais: empresas dos mais variados setores utilizam tecnologias de bots tanto no telefone, quanto em apps e ainda no chat.

Em painel mediado por Eric Visintainer, editor da Plataforma Whow!, os executivos Romeo Busarello, Marketing Director da Tecnisa; Silvio Renan Souza, diretor de Pós Venda da Mercedes-Benz Brasil; e Gabriela Bianco, diretora de Projetos de Experiência do Cliente da Vivo contaram sobre as próprias vivências com esses recursos.

Diferentes vozes

Gabriela conta que a Aura, Inteligência Artificial da Vivo, está presente em 20 canais – sendo que o WhatsApp, o app Meu Vivo e o atendimento telefônico são considerados os de maior relevância. São mais de 35 milhões de interações por mês e, na pandemia, o número de contatos por WhatsApp dobrou.

Souza, da Mercedes-Benz, conta sobre a iniciativa MB UX, focada na experiência dos clientes de automóveis. “Algumas perguntas das interações já são respondidas por bot”, diz. Além disso, no atendimento aos clientes a empresa também está apostando no WhatsApp. “Essa é uma ferramenta consolidada, de interação fácil”, justifica. “Neste mês, estamos começando a entregar os novos caminhões da empresa e há um algoritmo que suplanta a comunicação entre motoristas e a Mercedes-Benz”, diz. “Invertemos essa relação: com informações de um pré-diagnóstico, entramos em contato com o cliente e facilitamos a experiência”.

Busarello, por sua vez, conta que o grande investimento da empresa é no prospect: há uma média de 150 mil a 200 mil pessoas interessadas em comprar imóveis ao longo do ano. A partir desse dado, a Tecnisa investiu na Isa, o bot que faz um refinamento dos leads para o corretor. “A busca por imóveis hoje acontece 24h, mas a minha busca assistida vai até as 22h”, diz. “Apesar disso, há muitos clientes que fazem buscas na madrugada: com o bot, conseguimos registrar essa demanda e encaminhá-la para o corretor de manhã”.

Ampliando a compreensão

Mais do que um apoio para um canal de atendimento, Gabriela afirma que a Inteligência Artificial (IA) permite entender e analisar as necessidades do consumidor. “Há toda uma tecnologia que garante que essas soluções estejam de fato efetivas”, diz. Nesse sentido, ela revela que o grande desafio é conectar tecnologias novas e antigas. Por exemplo, para aplicar a Aura no atendimento telefônico, foi preciso conectá-la à URA. Além disso, o desenho da experiência também é um ponto de atenção.

Na Mercedes-Benz, são gerados relatórios, informações de voz, recomendações e agora estão sendo desenvolvidos aplicativos para ampliar a eficiência da operação e logística. “Por exemplo, um app, com viés de gamification, permite que os motoristas avaliem a própria condução em quatro variáveis, se comparem com outros motoristas, façam depoimentos de como evoluíram com essa tecnologia”, cita Souza.

Contextos variados

Por conta da Lei nº 13.103, conhecida como a Lei do Motorista, que coloca novas regras nessa profissão, a Mercedes-Benz criou um app que auxilia o condutor e o ajuda a monitorar as horas de trabalho. Há ainda outro aplicativo, pertencente ao grupo Daimler, que está chegando ao Brasil e que permite conectar motorista, gerador de carga e quem a receberá. “Todos poderão acompanhar a entrega da mercadoria”, explica.

Souza conta ainda sobre o uso de Realidade Virtual (RV) na área de manutenção. “A arquitetura eletrônica evoluiu muito e, hoje, contamos com um engenheiro especializado que, utilizando óculos virtual, vê o que o mecânico está enxergando na hora dos ajustes e se comunica com eles”, afirma.

Busarello, por sua vez, afirma que, diante da variedade de oferecida pela Tecnisa – desde os apartamentos mais simples até os mais sofisticados –, o desafio de treinar o bot foi bastante complexo. Além disso, havia a necessidade de garantir que a comunicação fosse empática, principalmente por ser um produto de alto valor agregado.

Confira o painel completo:


+CVX

Robôs de voz e a humanização das relações homem-máquina
5 perguntas e respostas sobre bots e dados pessoais
Humana ou não, a voz é sempre uma alternativa no atendimento

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]