Pesquisar
Close this search box.
Automação do marketing conversacional: o caminho para gerar relacionamento duradouro

Automação do marketing conversacional: o caminho para gerar relacionamento duradouro

A relação de consumidores com agentes conversacionais, os bots, torna-se cada vez mais natural e vantajosa – tanto para empresas quanto para clientes

Ganhar a atenção dos consumidores e se relacionar verdadeiramente com eles são grandes desafios enfrentados pelas empresas. Isso porque, dependendo do nível de conectividade, uma pessoa pode receber entre 400 e 10 mil comunicações diariamente, segundo pesquisa da Deloitte. Só se destaca nesse cenário quem tem uma estratégia assertiva – e a automação do marketing conversacional é essencial para isso.
Tudo começa por estar onde o cliente deseja entrar em contato, em qualquer hora do dia. Pietro Bujaldon, cofundador e Chief Business Officer do smarters, uma startup de Inteligência Artificial que desenvolve agentes conversacionais, explica que a maioria dos leads gerados por intermédio das soluções da empresa foi feita depois do horário comercial. O resultado disso é encurtar a distância entre marcas e pessoas para uma troca de mensagens.
Mas, a tecnologia permite ir muito além dos canais de atendimento. Pietro explica que o conversacional apresenta inúmeras possibilidades, representando um grande potencial para gerar experiências de valor. Aí entra a importância da automação, única forma de explorar a fundo todas as oportunidades disponíveis.
Um exemplo do uso inteligente da automação é o case da campanha de brand awareness feita pelo smarters em parceria com a Closeup durante a Parada LGBT, em 2019. Com o objetivo de gerar ativação e engajamento na campanha Closeup #AmorLivre, foi realizada uma integração do agente conversacional com realidade aumentada (AR), OOH e dynamic ads. A partir disso, os casais podiam tirar fotos pelo Messenger envolvidos em um arco-íris (AR) e, posteriormente, os registros apareciam nos relógios da Avenida Paulista e nas redes sociais. “A empresa é posicionada até hoje como apoiadora da causa”, lembra Pietro Bujaldon.
Outras frentes podem ser atacadas através da automação do marketing, a fim de gerar experiências valiosas e inesquecíveis. Bujaldon destaca: “Estamos sempre expandindo as aplicações e apresentando soluções inteligentes para os nossos clientes. Elas podem ser usadas em campanhas de promoção; geração e qualificação de leads, substituindo o preenchimento de formulário pela troca de mensagens; ou em live commerce, deixando as lives interativas e potencializando a audiência e as conversões em leads, cadastros e vendas antes, durante e depois do evento.”
Quando se trata da automação em promoções, o case da Elma Chips se destaca. A campanha de incentivo de vendas mais recente da PepsiCo, a “Me faz um PIX”, trazia na embalagem um QR Code que levava diretamente ao contato por WhatsApp, o que gerou 52% das entradas no canal. Ao todo, foram 3 milhões de usuários e uma conversão de cadastro que alcançou 80%. Em todas as interações com o agente conversacional desenvolvido pelo smarters, apenas 2% das mensagens não foram entendidas.
“As agências e marcas têm, cada vez mais, descoberto as vantagens e possibilidades da automação do marketing conversacional. Elas entenderam que precisam dialogar com o público, um a um, para ter conexões significativas e um relacionamento em longo prazo. E isso só é possível a partir da automação completa e omnicanal e do conversacional, que ainda conta com o superpoder do agente de fazer perguntas antes, durante e após ações e campanhas de marketing”, explica Pietro.

PUBLICIDADE

Caminho a ser explorado

Apesar do entendimento de que o marketing mais inteligente é aquele que permite o diálogo com as pes-
soas, o mercado de bots ainda está, em torno de 75%, voltado para o atendimento. Atualmente, o marketing corresponde a apenas aproximadamente 5% desse mercado, mas, ao que tudo indica, é uma área que ganha cada vez mais atenção das empresas.
Líder do mercado, o smarters tem visto aumento na procura e nos projetos realizados. “Começamos com a automação do marketing em 2016 com o lançamento da plataforma de bots no Messenger. Adquirimos a experiência de saber como colocar o conversacional dentro da jornada do cliente, conhecendo qual rede, momento, integração e canal devem ser utilizados, e como impactar e conduzir melhor as pessoas em direção aos objetivos das ações e campanhas de marketing”, afirma Pietro.
Essa é mais uma expertise por meio da qual as empresas que tomarem a frente têm tudo para ganhar destaque no relacionamento com o cliente.

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]