Pesquisar
Close this search box.
/
/
Como fazer backup da sua vida digital em 2022

Como fazer backup da sua vida digital em 2022

De serviços de armazenamento ao clássico HD externo, é possível evitar imprevistos seguindo algumas dicas de segurança.

Em um mundo conectado como o de hoje, é inevitável ter a maior parte (ou boa parte) da vida cotidiana presente no ambiente online, seja em redes sociais ou devido a contas em banco, cadastros em sites, históricos de pesquisa e compras, além de fotos e vídeos. Estar conectado faz parte dos dias contemporâneos, mas traz novos riscos, como ter os dados roubados, perdidos e até deletados sem querer.

Fazer a digitalização de arquivos é uma das soluções para evitar estes perigos. Com um backup é possível proteger dados digitais, fotos importantes e documentos sensíveis. “A melhor forma ainda é se precaver. Ter um backup vai salvar muito tempo em caso de problemas”, alerta o cientista da computação e pesquisador de GovTech do Instituto de Tecnologia e Sociedade (ITS), Pedro Braga.

Por isso, nenhum cuidado é pouco! O ideal é dobrar a atenção tanto com um backup físico, em um objeto que você possa guardar, como um HD externo, quanto com um backup virtual, em um sistema online.

Qual a melhor forma de cuidar da sua vida digital em 2022?

A melhor forma é se antecipar e planejar. Vale a pena “gastar um tempo” e separar arquivos importantes, documentos sensíveis e coisas que você não quer perder de jeito nenhum. É interessante sempre lembrar onde os guardou, optando por um backup externo ou um serviço de nuvem que faça sentido para os tipos de arquivo que quer manter a salvo.

O analista de redes na ARBR Tecnologia, Alexandre Ramos, passa alguns conceitos básicos sobre o assunto: “os principais pilares da segurança da informação estão baseados em confidencialidade, integridade, disponibilidade, autenticidade e irritabilidade. Dessa forma, devemos nos atentar qual a melhor forma de mantermos nossos dados disponíveis, seguros e íntegros em nossas mãos, sempre que necessário”.

Uma das opções que vem ganhando cada vez mais adeptos é deixar os arquivos em serviços de nuvem, como do Google ou da Apple. Além de extremamente seguros, não há nenhum risco de perda, como pode acontecer com um pen-drive esquecido ou um HD roubado.

“Você está, na prática, terceirizando para uma empresa privada a tarefa de manter a mídia de backup em boas condições e acessível 24 horas por dia via Internet. Já o lado negativo são os custos dos planos mensais, que podem ser caros em caso de grande volume de dados”, pondera Pedro Braga.

O pesquisador e cientista de computação também recomenda pesquisar o serviço contratado, principalmente se ele já teve algum vazamento de dados. Também é interessante considerar, antes de pagar pelo armazenamento, saber como está a saúde financeira da empresa e como é o seu relacionamento com os clientes.

Ainda vale a pena ter um HD externo?

Sim. Além de fácil e rápido, o HD depende mais de quanto você consegue pagar do que de qualquer dificuldade em realizar o backup. Se optar por ele, é interessante começar procurando uma marca conhecida e apostando nos maiores armazenamentos que encontrar.

Para Alexandre Ramos, é preciso entender que o HD externo é uma opção relativamente simples e de baixo custo para usuários comuns. Ele enxerga os pen-drives da mesma forma, já que hoje muitos modelos possuem capacidades próximas ou idênticas aos de HDs comumente comercializados.

No entanto, ele acredita ser necessário considerar os prós e contras também: “o lado negativo dessas unidades móveis e removíveis é justamente o manuseio. Tudo que colocamos muito à mão, a probabilidade de dar problema é grande”.

Enquanto para uso pessoal os HDs apresentam mais vantagens que desvantagens, Pedro Braga tem outra visão se o uso for empresarial.

“Para uso empresarial, o nível de informação a ser armazenada pode ser maior, o que justifica o uso de fitas DAT, mais lentas para gravação e de custo inicial mais caro, por dependerem de equipamentos dedicados, o que afasta o usuário leigo. Porém, elas são mais simples de armazenar, mais resistentes aos elementos e possuem um custo por byte menor que os discos”, explica.

Uma boa senha é fundamental

Além de definir bem os dispositivos externos que irá utilizar e os serviços online que irá pagar para guardar sua vida digital, um detalhe que merece cuidado – e muitas vezes é negligenciado – é a escolha da senha.

“Embora as empresas que oferecem esses serviços invistam cada vez mais em segurança, tecnologia e metodologias para garantir o seu acesso seguro às informações, devemos nos lembrar que esses dados estão armazenados em um ambiente externo e online, onde qualquer pessoa pode tentar acessar”, alerta o analista de redes, Alexandre Ramos.

Ele explica que possíveis invasores só conseguirão acessar determinadas informações online se houver brechas de segurança na plataforma ou segurança fraca com senhas previsíveis, falta do segundo fator de autenticação, etc. Reside aí a importância de ter senhas fortes.

E o que seriam senhas fortes? “Uma boa senha deve ter mais de 12 caracteres, usar letras (maiúsculas e minúsculas), números e caracteres especiais ($,%,&,º,>, etc.). Além disso, recomenda-se que o usuário use apenas uma senha por site ou aplicativo, e nunca a repita em outro lugar. Para lembrar das diversas senhas, pode-se usar um gerenciador, como o LastPass ou o Bitwarden”, fala o especialista do ITS, Pedro Braga.

Conheça o Mundo do CX

Dicas extras de segurança para navegar sem perder nada

A segurança digital é um dos temas mais quentes do momento, e com razão. Todo usuário tem mais a perder do que pode mensurar em um primeiro momento e, por isso, é importante começar já a cuidar dos seus dados online.
Os profissionais passaram ainda algumas dicas simples que podem ajudar a navegar tranquilamente, sem medo de perder arquivos importantes pra sua vida digital:

• Teste todos os tipos de backup, experimente diversos serviços e veja qual funciona melhor para o seu caso.
• Jamais deixe senhas salvas em navegadores.
• Suspeite de qualquer link que chegar até você.
• Não anote senhas em qualquer lugar.
• Tenha um antivírus, mesmo que gratuito. Mas lembre-se: o melhor e principal antivírus é o seu próprio cuidado.
• Mantenha os backups em locais separados fisicamente.
• Utilize sempre que possível a autenticação multifatorial.


+Notícias

Tecnologia habilita estratégia organizacional e futuro dos negócios

Programa faz backup das suas redes sociais

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]