TAG e Dois Pontos: por uma nova experiência de leitura

As duas empresas anunciam fusão em meio a um cenário desafiador para o mundo editorial, dando continuidade a experiências literárias.

De um lado, um dos maiores e mais conhecidos clubes de assinatura de livros do país. Do outro, a primeira livraria 100% digital brasileira.

A TAG e a livraria Dois Pontos acabam de anunciar a fusão de seus negócios para criar uma nova experiência de leitura em um negócio que nasce com um faturamento conjunto de R$ 38 milhões. Até o ano que vem, a nova empresa pretende alcançar R$ 45 milhões.

A possibilidade de unificação de negócios partiu de Alfredo Setúbal, investidor das duas empresas e CEO da Itaúsa, holding brasileira de investimentos, ao notar que suas fortalezas e vulnerabilidades eram complementares.

Enquanto a TAG acumulava assinantes de forma crescente, ainda desejava expandir seu portfólio de títulos. Já a Dois Pontos ganhava cada vez mais clientes, mas permanecia estagnada nos clubes de assinatura e no caixa vermelho.

No anúncio, divulgado no dia 16 de agosto, as empresas explicaram o que a fusão muda na prática para os assinantes e consumidores das duas marcas.

Os clubes de assinatura – presentes tanto na TAG quanto na Dois Pontos – continuarão funcionando normalmente, mas a loja da TAG será unificada ao e-commerce da livraria.

Dessa forma, a empresa de clube de assinatura poderá expandir seu catálogo de produtos, que até somavam 500 títulos.

No caso da Dois Pontos, o catálogo ultrapassa a marca de 150 mil títulos. As empresas também prometem mais eficiência e melhorias de usabilidade.