O novo governo começa com pautas quentes a serem trabalhadas quando o assunto é a defesa do consumidor, que vão desde o Novo Decreto do SAC até o superendividamento.

Para saber o que esperar e quais serão os principais desafios que o novo Secretário Nacional do Consumidor, Wadih Damous, enfrentará, a Consumidor Moderno conversou com Juliana Domingues, que esteve à frente da Senacon entre janeiro de 2020 e março de 2022.

Na entrevista à CM, Juliana reforçou que temas que envolvem setores regulados como os de telefonia, aviação civil, energia, saúde complementar e combustível sempre serão problemas a ser resolvidos, pois são mercados com pouca concorrência e poucas alternativas para os consumidores.

A chefe do Cade também citou a articulação com as demais lideranças do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor como um desafio para a Senacon e em especial para o secretário.

Segundo ela, são muitos atores em busca de protagonismo, e a construção de pontes será essencial para que a Secretaria consiga realizar um bom trabalho.

Saiba todas as respostas da procuradora no artigo do Portal Consumidor Moderno. Confira agora e atualize-se.