O Facebook está perto do fim?

Reflexão sobre o Futuro: Apesar de sua posição como a maior rede social global, questionamentos surgem sobre o possível fim do Facebook após duas décadas de mudanças e competição.

Transformações e Incorporações: O Facebook evoluiu ao incorporar recursos de outras plataformas, como o Instagram e WhatsApp, através da empresa Meta, fundada por Mark Zuckerberg.

Concorrência e Mudanças de Comportamento: O crescimento do Instagram, novos concorrentes e alterações no comportamento dos usuários geram incertezas sobre a relevância contínua do Facebook.

Número de Usuários Ativos: Em 2022, o Facebook alcançou 2 bilhões de usuários ativos diários, contradizendo a ideia de que está próximo do fim. 

Redução de Frequência de Uso: 39% dos usuários diminuíram o uso no último ano e 31% planejam reduzir nos próximos 12 meses, indicando mudanças no engajamento.

Uso como Canal de Vendas: A plataforma continua sendo um canal de vendas, com 62% dos usuários relatando compras através dela.

Frequência de Uso e Publicação: Ainda há um tempo considerável dedicado ao Facebook, com 35% abrindo a rede várias vezes ao dia. 35% postam raramente e 24% uma vez por semana.

Marketing e Anúncios: Marketing de influência é notável, com 77% seguindo empresas e 49% se identificando com os anúncios da Meta. 43% compraram após clicar em anúncios.

Facebook Watch e Interação: A plataforma de vídeo Facebook Watch atrai 70% dos usuários, enquanto 71% a usam frequentemente ou ocasionalmente. 70% já assistiram transmissões ao vivo.