O consumidor tem sempre razão? Em Portugal, não.

Quando o assunto é defesa do consumidor, o código brasileiro está à frente da legislação de muitos países – inclusive europeus.

Os brasileiros que se mudam para Portugal se assustam com a falta de efetividade do tema por lá. O dia a dia do consumidor acaba sendo bem mais difícil.

“Enquanto no Brasil o cliente sempre tem razão, em Portugal parece que ele nunca tem razão”, relata Fabiano Rodrigues, brasileiro, que mora no país há dez anos.

A Deco Proteste, plataforma de reclamações de consumidores, registrou, entre janeiro e junho de 2022 em Portugal, mais de 100 mil reclamações.

Veja a matéria completa no Portal Consumidor Moderno.