Na ponta da língua: Geração Z é a que mais entende o beijo como forma de afeto, mostra pesquisa.

Gerações anteriores conectam-se à sedução e ao desejo, mostra pesquisa encomendada por quem disse, berenice?

Os resultados da pesquisa ajudaram a construir um panorama sobre o perfil e o comportamento dos consumidores, que apontam uma geração afetuosa.

“É interessante perceber as diferenças e as similaridades entre as gerações, afinal, QDB? é uma marca multigeracional”, revela Marcela de Masi, diretora de Branding e Comunicação do Boticário.

Para entender a relação entre os beijos e o uso de batons, a marca também constatou que todas as gerações priorizam os batons resistentes na hora de beijar.

Veja a matéria completa no Portal Consumidor Moderno.