Como as marcas podem se conectar com o crescente mercado das pessoas que moram sozinhas

Globalmente, as estruturas familiares estão passando por transformações significativas e isso tem um impacto direto no comportamento do consumidor

Uma tendência que tem se destacado é o crescimento das residências individuais, de acordo com uma pesquisa divulgada pelo IBGE .

Segundo os dados, em 2022, 15,9% dos domicílios no Brasil tinham apenas um morador. Isso é o equivalente a cerca de 12 milhões de pessoas.

Para compreender as necessidades de consumo do mercado single, é fundamental conhecer a composição desse nicho de consumidores.

De acordo com Sérgio Czajkowski Júnior, doutorando em Administração(...), esse fenômeno representa um potencial de mercado repleto de oportunidades para a indústria, atacado e varejo.

‘‘Se você tem hoje uma quantidade crescente de pessoas morando sozinhas, é preciso mudar toda uma gama de produtos para atender a necessidade desse público-alvo’’

Confira a reportagem completa no Portal Consumidor Moderno