Caso Klara Castanho: o que a justiça diz sobre a exposição de dados neste caso?

Na última semana, a atriz Klara Castanho foi destaque de jornais após ter revelado sofrer um estupro que culminou em uma gestação.

A Justiça Brasileira garante o aborto legal e a entrega voluntária de um bebê em casos de estupro. Todo o processo deve ser sigiloso.

Não foi o que ocorreu. Uma enfermeira do Hospital Brasil, onde Klara realizou o parto, teria divulgado informações do ocorrido a jornalistas.

O Cofen está investigando a enfermeira envolvida no caso, que pode ter sua licença cassada. O Coren-SP, por sua vez, investiga o hospital.

Nunca antes foi tão importante haver políticas de proteção de dados que auxiliem o usuário. Mas como a lei está tratando isso? Acesse o Portal Consumidor Moderno para saber mais.