9 passos para a sua empresa se adaptar à lei de proteção de dados

A LGPD vai mudar a rotina da sua empresa. Mas como se adaptar a essa legislação? Separamos 9 dicas de como se preparar para a LGPD.

O objetivo da nova legislação é aumentar a privacidade e também o controle dos dados pessoais em benefício dos seus verdadeiros proprietários – se o assunto for a relação de consumo, o dono é o consumidor.

1. Entenda a lei É preciso entender como a LGPD vai afetar a sua empresa. O tamanho, por exemplo, pode ser um fator de variação da complexidade de compliance com a lei.

O desafio para se adequar é, em alguns aspectos, menor para empresas de pequeno porte. No entanto, é necessário ressaltar que a LGPD se aplica de maneira igual para empresas pequenas e grandes.

2. Nomeie um DPO A função do DPO é responder pela proteção de dados pessoais de uma empresa, principalmente caso ocorra um vazamento de dados.

Esse profissional precisa estar integrado ao processo desde o mapeamento, acompanhamento e até exercendo influência sobre o processo de tratamento de dados.

3. Peça a ajuda de um terceiro É difícil perceber todas as mudanças necessárias na estrutura da empresa apenas com o olhar interno. O ajuste se torna mais efetivo com o acompanhamento de assessorias jurídicas e de proteção de dados, pois ambas se complementam.

4. Crie elos na empresa A empresa precisa ter consciência: buscar a conformidade com a lei não será um ofício apenas das áreas de segurança, jurídica e de TI.

Isso é um esforço de toda a empresa no sentido de adequar o seu processo de negócio, integrando inclusive a participação da alta administração e também da área comercial. Quer saber mais? Continue a leitura no nosso blog.