/
/
/
/
/
Marketing digital personalizado: por onde começar?

Marketing digital personalizado: por onde começar?

Em alta no marketing digital, a personalização auxilia na prospecção de clientes e na fidelização dos antigos

Você provavelmente deve se lembrar da edição de latinhas da Coca-Cola com vários nomes brasileiros, não é mesmo? E deve ficar de queixo caído quando o Spotify ou a Netflix recomendam uma música ou série que você estava com vontade de ouvir ou assistir, certo?  personalização está presente em todas as estratégias de publicidade e agora vem ganhando força no marketing digital, principalmente com o aprimoramento de tecnologias como a inteligência artificial, as plataformas de monitoramento de comportamento e os softwares de automação.

Leia Mais: Conarec terá listening, parceria de Grupo Padrão e STILINGUE

Com o objetivo de estreitar o relacionamento entre cliente e marca e encantar o público-alvo para que ele se torne um “advogado” da empresa, o marketing personalizado diz respeito a um conjunto de estratégias elaboradas a partir do perfil de cada consumidor, considerando o seu histórico de pesquisa, os formulários preenchidos sobre seus interesses e até mesmo seus cookies, que indicam, por sua vez, seus hábitos de consumo por meio de rastreamentos consentidos e autorizados por você.

Investir na personalização é pré-requisito e não diferencial

Se chegou até aqui, certamente deve estar se questionando sobre as razões de investir na personalização durante o planejamento das campanhas de marketing digital, né? A resposta é simples: o perfil de consumidor mudou e você precisa surpreendê-lo para vencer a concorrência!

Desde o processo de digitalização acelerado desencadeado pela pandemia e da migração das empresas para o ambiente online, as pessoas passaram a ficar muito mais atentas para todas as etapas da jornada de compras e a optarem por empresas que estejam dispostas a melhorar a experiência do cliente. Mas, como fazer isso? Por onde começar?

Para compreender melhor sobre as estratégias de personalização neste setor, o Conarec convidou a Head de inteligência de dados da Dentsu, Silvia Visani, que discorreu sobre o percurso a ser seguido por quem deseja personalizar a marca e as principais tendências publicitárias quando o assunto é marketing one to one.

Assine nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

Como ser relevante para o consumidor?

“Qualquer início precisa partir de um objetivo, no caso, começar com um objetivo primário, que nada mais é do que o desafio crescente de ser relevante para o consumidor”, inicia Silvia Visani, que continua: “feito isso, podemos seguir algumas perguntas guias para a estratégia, como: ‘qual é a nossa intenção com a personalização?’; ‘Como e onde vou usar?’; ‘Vai contribuir para o meu objetivo de negócio?’; e ‘Qual é minha capacidade de tratar o indivíduo?’”, pontua a profissional.

“Depois, é necessário fazer perguntas guias para a tática, como: ‘quais dados eu tenho disponível?’; ‘O que é preciso buscar fora?’; ‘Qual é a infraestrutura que preciso para coletar ou tratar os dados?’; ‘Tenho capacidade de extrair métricas de sucesso?’”, explica a head de inteligência de dados da Dentsu, que acrescenta: “assim, chega-se ao plano de dados, que é tão importante quanto o plano de marketing. Nesta etapa, dentre as principais diretrizes a se seguir são: inteligência de dados (muita ferramenta, dado frio não se traduz em insight); empatia (exercitar o interesse genuíno pelo consumidor); e data driven decision (não usar o seu hábito como dicionário)”.

Leia Mais: CONAREC 2022: a gestão da experiência como valor de mercado

Humanização e customização são essenciais para melhorar personalização da marca

Para além, Silvia Visani retoma a questão da humanização e da customização para finalizar o plano de dados, que também requer outros elementos, como oportunidade de negócio, criatividade e métricas qualificadas. “Ainda falando em plano de negócio, temos: humanização do dado, onde cada número é pessoa e cada grupo de números é um comportamento; 1º party, que significa que seu próprio ponto de coleta é o melhor ponto de partida; e customização, que está focada na criação de sua própria clusterização”, aponta a especialista convidada.

“Há ainda as métricas qualificadas; a criatividade, que se volta para a noção de que ‘ferramentas não tradicionais do marketing podem trazer resultados inesperados’; e a oportunidade de negócio, baseada, por sua vez, em incidências e hipóteses comportamentais”.

Além de retail media, apostar em jogos virtuais é uma boa tática, segundo especialista

Por fim, quanto às tendências publicitárias, Silvia Visani revela que a retail media desponta como uma das principais opções escolhidas pelos anunciantes, assim como os eventos ao vivo e a publicidade em jogos virtuais. Com relação ao primeiro item, sabe-se que esta estratégia nada mais é do que a inserção de anúncios de produtos ou serviços em aplicativos ou sites de grandes varejistas, que já estão consolidados no mercado e recebem muitas visitas diariamente.

Os eventos, por sua vez, mostram que a transmissão de publicidade via TV deixou de ser prioridade e que novas plataformas têm sido escolhidas por grandes marcas. No que diz respeito aos games, a head de inteligência de dados da Dentsu explica que “a audiência em alta e o público participativo em eventos mostram mensagem assertiva e promovem conexão entre empresa e público”.

Conheça o Mundo do CX

Além destes pontos, a convidada do Conarec finaliza sua apresentação indicando outras tendências que podem ser incluídas pelas marcas que desejam aprimorar suas técnicas de personalização: “temos ainda a revolução das métricas, já que, com tantas mudanças na oferta e consumo das mídias, avaliar suas campanhas através de métricas que ainda considerem todas as impressões igualmente, não é mais suficiente. Ademais, há o que chamamos de.’privacy first’, que se volta para a transparência e o controle de dados durante a personalização em escala, e o branded content, focado na produção de conteúdo para garantir uma conexão real com o consumidor”, finaliza.


+ Notícias

Colocar o cliente no centro mudou mindset da Energisa pra melhor

Digitalização de B2B em e-commerce favorece empresas e clientes

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]