/
/
/
/
/
Qual é o futuro das atividades de Marketing, Trade e Vendas?

Qual é o futuro das atividades de Marketing, Trade e Vendas?

Confira as tendências mais recentes do comportamento dos consumidores e como elas impactam diretamente na necessidade de um redesenho do trabalho de Marketing e Vendas

O debate sobre o futuro do marketing, suas interfaces, as novas configurações de processos e as mudanças de estrutura, trazem uma reflexão relevante de que a abordagem fragmentada atual é ineficaz. Tratar separadamente os pontos de contato da jornada por Marketing, Vendas e Trade Marketing, pode levar ao desperdício de esforços de marketing e deixar o consumidor insatisfeito.

Com intuito de gerar melhor experiência ao consumidor, as empresas procuram colocar o cliente no centro da estratégia, mas precisam desenvolver uma visão holística de toda a jornada, conhecendo o que o cliente espera e como fazer a interação mais adequada em cada etapa. Nesse sentido, há a necessidade de redesenhar o papel de cada área, Marketing, Trade e Vendas, as responsabilidades e, sobretudo, a forma de atuação em um universo omnichannel. O processo deve ser colaborativo com objetivos comuns entre as áreas e planejamento do budget compartilhado.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente

No livro Marketing 5.0 , Kotler, Kartajaya e Setiawan reforçam a importância da jornada e conceituam os elementos do Marketing 5.0, dentre eles: o marketing contextual com uso de inteligência artificial e IOT, o marketing preditivo, o marketing “aumentado” pela tecnologia; os três elementos devem ser facilitados pelo marketing orientado por dados e pelo marketing ágil. Na figura a seguir, é possível visualizar o infográfico proposto pelos autores sobre os 5 elementos do Marketing 5.0:

Marketing
Fonte: Kotler et al (2021)

Fonte: Kotler et al (2021)

Em um estudo robusto da Boston Consulting Group (BCG), intitulado “The future of sales and marketing is here” , publicado em fevereiro de 2022, é possível entender as tendências do comportamento dos consumidores e como estas impactam diretamente na necessidade de um redesenho do trabalho de Marketing e Vendas. Tomei a liberdade de introduzir uma das especialidades de Marketing, o Trade Marketing por sua importância no Brasil.

Decupando o documento com mais detalhes, notamos que os dados mostram que 80% dos consumidores estão mais dispostos a fechar negócio com empresas que oferecem soluções personalizadas, 64% esperam que as empresas possam interagir com eles em tempo real e 20% das vendas do varejo são realizadas por meio dos canais digitais.

Além disso, o metaverso se configura como um canal de grande potencial para os próximos anos.
Para atuar no cenário de mudanças constantes, o BCG aponta que as empresas se deparam com desafios que implicam em revisões estratégicas, processos e estruturas organizacionais. Vamos destacar alguns pontos fundamentais, dentre eles:

1) Entendimento profundo do consumidor trazendo insights sobre as oportunidades a serem exploradas e priorização do cliente em primeiro lugar, ou seja, customer first;

2) Otimização das interações durante a jornada figital do cliente;

3) Revisão da estratégia de canais e do modelo de go to market, tão bem como o desenvolvimento de novos canais;

4) Combinação de recursos de dados e tecnologia que permitam uma visão única do cliente em todas as equipes promovendo engajamento de ponta a ponta;

5) Eliminação dos limites entre marketing, trade marketing, vendas e serviços, inspirando novos talentos para alavancar a inovação e o sucesso em vários canais.

O grande desafio que temos pela frente é encontrar o caminho mais adequado para cada modelo de negócio, segmento de mercado e perfil de clientes. Acredito que não existe uma fórmula padrão a ser aplicada e sim um entendimento das empresas de que a mudança é premente.

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais notícias da experiência do cliente


+ Artigos

Inteligência analítica? Sim todos precisam!

Os grisalhos brasileiros estão mais conectados

Recomendadas

MAIS MATÉRIAS

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]

SUMÁRIO – Edição 282

As relações de consumo acompanham mudanças intensas e contínuas na sociedade e no mercado. Vivemos a era do pós-consumidor, mais exigente e consciente e, sobretudo, mais impaciente, mais insatisfeito e mais intolerante com serviços ruins, falta de conveniência, serviços deficientes e quebras de confiança. Mais do que nunca, ele é o centro de tudo, das decisões, estratégias e inovações. O consumidor é digital sem deixar de ser humano, inovador sem abrir mão do que confia, que critica sem consumir, reclama sem ser cliente, questiona sem conhecer. Tudo porque esse consumidor quer exercer um controle maior sobre suas escolhas e decisões. Falamos de um consumidor que quer respeito absoluto pela sua identidade – ativista, consciente, independentemente de gênero, credo, idade, renda. Um consumidor com o poder de disseminar ideias, que rapidamente se organiza em redes orquestradas capazes de mobilizar corações, mentes e manifestações a favor ou contra ideias, campanhas, marcas, empresas. Ele cria tendências e as descarta na velocidade de um clique. Acompanhar cada passo dessa evolução do consumidor é um compromisso da Consumidor Moderno, agora cada vez mais uma plataforma de distribuição de insights e conteúdo multiformato, com o melhor, mais completo, sólido e original conhecimento sobre comportamento do consumidor e inteligência relacional, ajudando executivos de empresas que tenham a missão de fazer a gestão eficaz de comunidades de clientes a tomar melhores decisões estratégicas. A agenda ESG, por exemplo, que finalmente ganha relevo na agenda corporativa, ocupa nossa linha editorial há muito tempo, porque já a entendíamos como exigência do consumidor no limiar da era digital. Consumidor Moderno também procura mostrar o que há de mais avançado em tecnologias, plataformas, aplicações, processos e metodologias para operacionalizar a gestão de clientes de modo eficaz, conectando executivos e lideranças em um ecossistema virtuoso de geração de negócios e oportunidades.

Concepção da capa:
Camila Nascimento


Publisher
Roberto Meir

Diretor-executivo de Conhecimento
Jacques Meir
[email protected]

Diretora-executiva
Lucimara Fiorin
[email protected]

COMERCIAL E PUBLICIDADE
Gerentes-comerciais
Andréia Gonçalves
[email protected]

Daniela Calvo
[email protected]

Érica Issa
[email protected]

NÚCLEO DE CONTEÚDO
Head
Melissa Lulio
[email protected]

Editora-assistente
Larissa Sant’Ana
[email protected]

Repórteres
Bianca Alvarenga
Cecília Delgado
Jade Lourenção
Jéssica Chalegra
Júlia Fregonese
Lara Madeira
Marcelo Brandão

Head de Arte
Camila Nascimento
[email protected]

Designer
Melissa D’Amelio

Revisão
Elani Cardoso

MARKETING
Coordenadora
Mariana Santinelli

TECNOLOGIA
Gerente

Ricardo Domingues

CX BRAIN
Data Analyst
Camila Cirilo
[email protected]


CONSUMIDOR MODERNO
é uma publicação da Padrão Editorial Eireli.
www.gpadrao.com.br
Rua Ceará, 62 – Higienópolis
Brasil – São Paulo – SP – 01234-010
Telefone: +55 (11) 3125-2244
A editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos ou nas matérias
assinadas. A reprodução do conteúdo editorial desta revista só será permitida com
autorização da Editora ou com citação da
fonte. Todos os direitos reservados e protegidos pelas leis do copyright, sendo vedada a
reprodução no todo ou em parte dos textos
publicados nesta revista, salvo expresso
consentimento dos seus editores.
Padrão Editorial Eireli.
Consumidor Moderno ISSN 1413-1226

NA INTERNET
Acesse diariamente o portal
www.consumidormoderno.com.br
e tenha acesso a um conteúdo multiformato
sempre original, instigante e provocador
sobre todos os assuntos relativos ao
comportamento do consumidor e à inteligência
relacional, incluindo tendências, experiência,
jornada do cliente, tecnologias, defesa do
consumidor, nova consciência, gestão e inovação.

PUBLICIDADE
Anuncie na Consumidor Moderno e tenha
o melhor retorno de leitores qualificados e
informados do Brasil.

PARA INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS:
[email protected]