Carrefour nega negociação com Casino e ameaça processar concorrente

Em nota, a varejista de origem francesa afirma que “examina as vias legais à sua disposição para pôr fim a essas insinuações inaceitáveis”

Por: - 4 semanas atrás

O Carrefour publicou, nesta segunda-feira, 24, um comunicado desmentindo que estaria negociando uma fusão com o concorrente francês Casino, que detém a operação do Grupo Pão de Açúcar no Brasil. Em nota, a varejista também de origem francesa afirma que “as dificuldades enfrentadas pelo Grupo Casino e seu acionista controlador não podem justificar comunicações inoportunas, enganosas e infundadas” e acrescenta que “examina as vias legais à sua disposição para pôr fim a essas insinuações inaceitáveis”. O Carrefour diz ainda que mantém o foco na execução do Plano de Transformação 2022.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno

Essa história teve início no domingo, 23, com um comunicado do Casino afirmando que tinha sido procurado pelo Carrefour para celebrar uma fusão entre as gigantes do varejo mundial. Na nota, o conselho de administração diz não ter interesse no acordo. “O conselho reiterou por unanimidade toda a sua confiança na estratégia do Casino para a criação de valor com base em seu posicionamento único no mercado. O conselho decidiu por unanimidade rejeitar a abordagem do Carrefour”, diz a nota. O conselho também observa que a proposta do Carrefour vem em um momento em que os papéis do Casino estão em baixa, “devido a um movimento especulativo de manipulação coordenada sem precedentes nos últimos meses”.