Escape Hotel: uma experiência com jogos de fuga

Os clássicos jogos saíram do mundo online e se transformaram em experiências imersivas. O Whow! Festival de Inovação abraçou essa ideia. Veja

Por: - 4 semanas atrás

Febre do mundo online por muitos anos, os jogos de escape também chegaram ao mundo físico e, em São Paulo, os interessados podem imergir nessa experiência no Escape Hotel. Localizado em Pinheiros, o ambiente recria um hotel antigo, com elementos dos anos 1950, num misto de suspense e mistério. Os participantes do Whow! Festival de Inovação tiveram a oportunidade de conhecer o espaço.

O jogo escolhido é denominado “Cena do crime” e lembra bastante a dinâmica do clássico jogo Detetive. A morte de um músico que não foi desvendada pela polícia local é o trabalho de uma equipe especializada que precisa finalmente encontrar o culpado. “As experiências com os jogos de escape são boas principalmente para reforçar o trabalho em equipe, a comunicação entre as pessoas”, explica Ana Cecília Moretto, monitora do Escape Hotel. “Os jogadores precisam compartilhar informações para conseguir evoluir no jogo”.

Além disso, é uma ótima oportunidade para testar o raciocínio lógico e o pensamento rápido. Os participantes têm em média 60 minutos para resolver os jogos e, conforme o tempo passa, recebem dicas para evoluir no caso. No entanto, não basta descobrir o culpado pelo crime, também é necessário encontrar a saída do quarto de hotel. As reações são bastante interessantes: em meio a gritos e risadas, os participantes comemoram a vitória e compartilham uma felicidade contagiante.

É uma proposta bastante diferente para engajar um grupo, que pode ser tanto familiar quanto profissional. Além do tipo detetive, a empresa também faz jogos com mais suspense, utilizando contos clássicos da história, como Drácula, ou lendas urbanas, como a loira do banheiro. Fora isso, as crianças também podem participar, no jogo denominado “Máfia Kids”.