Os segredos (e as razões) para engajar o consumidor digital, segundo o Twitter

Em entrevista à CM, Cadu Aun, diretor comercial do Twitter Brasil, analisa as oportunidades e desafios para engajar o consumidor digital. Confira

Por: - 4 meses atrás

Vivemos dias em que as empresas passam por desafios diversos para engajar o consumidor – que hoje é digital. Não é tão simples impactar o público no ambiente online, até porque essas ações podem ser vistas como invasivas. Os usuários que navegam pelas plataformas podem se incomodar com a comunicação de uma marca se ela não for muito bem planejada para realizar sua função. Como lidar com esse quadro? Quais cases bem sucedidos temos na atualidade? Que formato pode ser melhor aderência? A Consumidor Moderno conversou com Cadu Aun, diretor comercial do Twitter Brasil, para entender a visão da empresa sobre essas questões.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

Confira a entrevista:

Consumidor Moderno: Vivemos o que os especialistas chamam de mundo digital, no qual o acesso a informação e até as formas de relacionamento passaram por diversas mudanças. Assim, é essencial que as marcas também transformem a maneira de se comunicar com os consumidores, certo? Que motivos podemos elencar para que as marcas passem a se comunicar de uma nova maneira, levando em consideração o comportamento digital dos usuários?

Cadu Aun: No cenário atual, o desafio das marcas já não é mais alcançar as pessoas, uma vez que elas estão cada vez mais conectadas em diversas plataformas digitais. O desafio é encontrar consumidores dispostos a interagir com as marcas e conseguir estabelecer uma conexão relevante com eles, no momento certo e com o contexto adequado. Pelo fato de o Twitter ser uma plataforma em que marcas e consumidores conversam, acompanhamos de perto essa evolução da comunicação. Se antes essa era uma via de mão única – a marca exibia sua propaganda e o consumidor a recebia passivamente -, hoje vemos que o valor está no engajamento, com um consumidor mais empoderado, com voz, a fim de compartilhar conteúdos interessantes e aberto para interações que são do seu interesse.

CM: Quais são os principais cases da atualidade no que se refere à inovação na comunicação digital/relacionamento entre marcas e consumidores?

CA: Quando falamos em impactar o público de maneira relevante, com timing e contexto, uma estratégia bastante assertiva é encontrar formas de entrar nas conversas que estão acontecendo entre os consumidores para transmitir suas mensagens de maneira natural. Pensando nisso, eu gostaria de destacar ações recentes de marcas como o Bradesco (@Bradesco), Doritos (@doritosbrasil) e o Chevrolet Onix (@chevroletbrasil) que, unindo seus objetivos ao potencial de democratização do Twitter, realizaram ações na plataforma voltadas para o Lollapalooza 2018 e participaram ativamente das conversas sobre música e o festival. A ação #TodosNoLollaBR, do Bradesco, por exemplo, teve como objetivo oferecer conteúdo para que qualquer pessoa pudesse acompanhar os três dias de evento pela plataforma. Já a ação de Doritos ofereceu às pessoas a chance de ganhar três ingressos para o Lollapalooza Brasil ao tentar desvendar um enigma.

CM: Em sua opinião, quais são os principais formatos de campanhas que mais chamam a atenção (ou não incomodam) do consumidor digital?

CA: O vídeo é hoje o formato mais eficaz para gerar engajamento com o usuário, tanto que é o tipo de conteúdo mais Retweetado. Além disso, eu gostaria de reforçar a importância de as marcas conseguirem impactar seus consumidores a partir de conversas genuínas e naturais sobre temas de interesse do seu público. Por ser conversacional e em tempo real, o Twitter é uma plataforma que dá ao anunciante essa oportunidade de engajar com as pessoas a partir de um conteúdo que seja relevante para elas, chamando atenção para sua mensagem sem ser invasivo, já que tudo faz parte de um contexto.

CM: Quais são os principais desafios que as empresas enfrentam atualmente e quais enfrentarão no futuro quando pensamos em comunicação e engajamento digital? Como lidar com esse quadro?

CA: Com o grande volume de informação ao qual as pessoas estão expostas, a atenção hoje é cada vez mais fragmentada e dispersa. Dito isso, vejo que o grande desafio para os anunciantes é a criação de um conteúdo com abordagem capaz de fazer com que o consumidor de fato pare e lhes dê atenção. No Twitter, procuramos atuar como um parceiro que ajuda marcas e agências a atingir seus objetivos e criar uma conexão relevante com o consumidor. Temos, em nosso favor, o fato de sermos uma plataforma na qual as pessoas entram para ver e comentar sobre o que está acontecendo em áreas do seu interesse – de esportes a música, de política a economia, de últimas notícias a programas de TV.