Veja como economizar na compra da passagem aérea

Veja como economizar na compra da passagem aérea

Por: Leonardo Guimarães 7.393 views

Especialistas dão dicas de como encontrar as melhores tarifas e falam sobre a compra de passagem aérea durante as madrugadas

Férias marcadas, destino definido. É hora de comprar as passagem aérea. Mas o que será que influencia no preço dos bilhetes? Para responder essa pergunta, entrevistamos alguns especialistas no assunto.

Quando devo comprar passagens aéreas?

A orientação é fugir sempre da alta temporada. Cada destino possui um período de maior procura, mas, em geral, podemos definir “alta temporada” como os meses de férias escolares. Vale lembrar, claro, que o período letivo é diferente nos dois hemisférios do globo. De dezembro a meados de março, e de junho a meados de agosto, os preços estão mais altos no hemisfério Sul. Já a alta temporada na Europa acontece em agosto e setembro, quando é verão. “Isto significa que os preços das passagens aéreas para esses meses ficam bem elevados se o cliente não se planejar com bastante antecedência”, explica Viviane Pio, gerente de vendas da CVC Lazer.

Por falar em antecedência…

Gerente de marketing da Submarino Viagens, André Gavioli orienta os viajantes que partem rumo a um destino doméstico a comprarem as passagens com até 50 dias de antecedência da data do embarque em baixa temporada e pelo menos 90 dias antes na alta. “Já para destinos internacionais, o ideal é comprar com 90 dias de antecedência”, diz Gavioli.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

Acompanhar a evolução dos preços é outra dica relevante. “É importante reforçar que cada destino se comporta de uma forma diferente e que altas temporadas e feriados podem influenciar nos preços médios de passagens aéreas”, diz Eduardo Fleury, country manager do KAYAK no Brasil. Por isso, diz ele, é importante acompanhar com bastante antecedência a oscilação dos preços para ter um bom “termômetro”.

Dia e horário fazem a diferença

Voar em dias e horários de pico também impacta no valor das passagens. É a lei da oferta e da procura. “Para voos nacionais, voar num sábado e voltar numa segunda-feira pode garantir uma economia de até 15% em relação a ir na sexta e voltar no domingo – dias em que a demanda é maior”, garante Fleury. Segundo ele, viajar no começo da tarde de uma sexta-feira, por exemplo, em vez de embarcar pela manhã também pode fazer diferença.

Promoções-relâmpago existem?

Você provavelmente já ouviu falar em promoções que acontecem durante as madrugadas. Os especialistas desmentem essas ofertas em dias fixos, mas dizem que as promoções-relâmpago podem, sim, acontecer, principalmente quando a companhia aérea quer preencher assentos vazios de um voo. O problema, neste caso, é que as promoções são anunciadas em datas bem próximas à viagem.

Preciso comprar uma passagem de última hora. E agora?

A antecedência é um dos fatores mais impacta o valor de uma passagem aérea. Mas, quando surge um imprevisto de última hora, o segredo é pesquisar. “Rotas menos populares e horários menos desejáveis, como noite e madrugada, podem ser uma combinação de economia”, diz Gavioli. Voar para um aeroporto próximo à cidade de destino, finalizando o trecho via terrestre, com carro alugado ou traslado, também pode sair mais barato.

Onde pesquisar

Existem sites especializados em ajudar os consumidores a encontrar os melhores preços. É possível criar alertas, receber notificações sobre promoções no celular e no e-mail e comparar valores. O Decolar.com e o Kayak são alguns exemplos. Os buscadores analisam centenas de sites para mostrar aos viajantes a melhor opção de voo, hotel, aluguel de carro e pacotes de viagem. O Skycanner é outra boa opção. Para quem ainda não sabe o destino, o site oferece, inclusive, pesquisa de passagens para “qualquer lugar”.

Leia também:
Você sabe qual é a melhor época para trocar de carro?

Carregando...

Carregando... por favor, aguarde.