O Waze faz mais do que levá-lo a um destino específico

Em entrevista exclusiva à Consumidor Moderno, executivos do Waze contam sobre parcerias que podem beneficiar consumidores, pequenos negócios e grandes empresas

Por: - 4 meses atrás

Você é uma das pessoas que usam o aplicativo Waze ao longo do dia? Mesmo que a resposta seja não, certamente já teve alguma experiência com o app – seja no carro de outra pessoa, ou até mesmo em algum serviço de transporte individual, como Uber ou 99.

O que nem todas as pessoas sabem, porém, é que o Waze conta com algumas parcerias e tecnologias que visam tornar melhor a experiência do consumidor, além de fomentar pequenos negócios. “Além de levarmos as pessoas de maneira mais rápida ao local de destino, queremos facilitar a vida do motorista”, explica Rafael Daolio, Head of Retail do Waze.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

Para possibilitar essa experiência, a empresa investe em alguns modelos – como publicidade nativa e comunicação por meio de georreferência. Por meio de anúncios, a empresa indica locais próximos ao motorista, que podem ser visitados. Uma vez que esse modelo ocupa a tela do celular, o Waze encontrou uma forma de garantir que ele só funcione enquanto o carro está parado.

Em outro modelo, porém, a empresa indica locais próximos apenas por meio de ícones – e estes funcionam sempre, mesmo quando o veículo está em movimento, pois não atrapalha a visualização.

Esse modelo de negócio tem funcionado tanto para o Waze quanto para as empresas parceiras. Prova disso é que a cada segundo o Waze direciona 1.5 visitas para um estabelecimento comercial. Em 2017, esse número totalizou mais de 3.2 milhões de usuários que visitaram estabelecimentos comerciais anunciados pelo Waze – são quase 9 mil por dia. No Brasil, quase a metade dos usuários é alcançada por meio dos anúncios enquanto dirigem em um raio de até 10 km do estabelecimento.

Geração de resultados

A partir dessas funcionalidades, a empresa usa inteligência tecnológica para gerar dados e conhecimento sobre o comportamento do consumidor em lojas físicas. Dessa forma, compreende os horários e dias de pico em supermercados, shopping centers e lojas em geral.

“Estamos completamente capacitados para atender empresas de grande porte mas, recentemente, fizemos um investimento para receber na nossa plataforma empresas de pequeno porte”, conta Fernando Belfort, Country Lead de Pequenas e Médias Empresas do Waze. Dessa forma, a plataforma pode indicar aos usuários desde uma loja de bairro até unidades de grandes varejistas. Entre os clientes, hoje, estão McDonald’s, Shell, Ipiranga, Renner, Bradesco Seguros, etc.

“O que nos deixa otimistas é que temos conseguido trabalhar com anunciantes menores”, revela o executivo. “Estamos conseguindo ajudar a impactar grandes empresas, mas também as pequenas”.