Chupetas sofrem recall por risco de engasgamento

O Inmetro realizou ensaios nas chupetas fabricadas pela Lillo do Brasil Indústria e Comércio de Produtos Infantis e encontrou não conformidades no modelo Lillo Funny Coleção Bichos Ortodôntica tamanho 2, código 670110, lote 13137, com data de fabricação do dia 17/05/13

Por: - 49 anos atrás

Após realização dos ensaios de fervura e tração, foi constatado que a chupeta pode ter suas partes separadas, gerando pequenas peças que podem ser engolidas, expondo a criança ao risco de engasgamento.

As informações de identificação da chupeta podem ser encontradas na embalagem do produto. Se a embalagem foi descartada e o consumidor tem esse modelo em uso, recomenda-se a suspensão imediata.  Para mais informação e para solicitar a substituição gratuita ou reembolso, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente da empresa, por meio do  0800 025-4415 e/ou pelo e-mail sac.lillo@lillo.com.br.

A  campanha de recall, que abrange 6.432 (seis mil quatrocentos e trinta e duas) unidades inseridas no mercado de consumo, foi iniciada no dia em 03 de setembro de 2014, após a empresa comunicar as falhas do produto à Secretaria Nacional de Defesa do Consumidor- Senacon, do Ministério da Justiça.

O Código de Defesa do Consumidor determina que o fornecedor repare ou troque o produto defeituoso a qualquer momento e de forma gratuita. Se houver dificuldade, a recomendação é procurar um dos órgãos de proteção e defesa do consumidor.

* Via Portal do Consumidor

 

Leia mais:

Brasil pode superar desaceleração

A linha do tempo do consumidor brasileiro

Onda de recalls chega aos fármacos